segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Segundona: Operário de Mafra negocia vaga do Porto

É coisa pra ficar de olho.

Começou com a matéria ao lado (clique para ampliar) do site ClickRioMafra, lá do Planalto Norte. Segundo o texto, o Operário de Mafra, time da terceira divisão do Catarinense, estaria em negociações para comprar a vaga do Porto, de Porto União, que não estaria mais interessado em disputar a Divisão Especial Catarinense. Com isso, o clube repassaria a vaga para o time mafrense. Já a equipe que disputa a Divisão de Acesso seria mantida, mais apenas com jogadores juniores.

Enviei um email para o Miguel Luiz, jornalista do site, que informou que "Como não há mais interesse do Porto em disputar a Divisão Especial, devido à crise financeira, o empresário Marcio Silva, presidente do Operário e do São José de São José dos Pinhais (da segundona do Paraná), fez uma proposta para comprar os direitos federativos da representação de Porto União. Ontem, a comissâo técnica do Operário, comandada pelo técnico Edemar Heiller, foi até União da Vitória assistir a estréia do Porto contra o Tubarão, para avaliar alguns jogadores para depois integrar o Operário que da quarta rodada em diante, assumiria a vaga do Porto, com o CNPJ do Clube Atlético Operário".

Se isso vier a acontecer, cria-se um precedente perigoso, que é a negociata de vagas. Desse jeito, qualquer time novato pode procurar um da segundona e assumir o seu lugar sem conquistar vaga no acesso.

4 comentários:

  1. digo mais, vc pode ate comprar uma vaga na primeirona. seria o fim da picada mas nao duvido de nada.

    ResponderExcluir
  2. Comprar pra quê, se deram de graça pra Chapecoense?

    ResponderExcluir
  3. boa maico campos.

    mas uma coisa eu te digo, de graça nao foi, pode ter certeza que alguem vai levar uns $$ por fora.

    ou vcs acham que a FCF eh instituição de caridade, hehehehe

    ResponderExcluir
  4. Rodrigo, como mencionei no orkut, aconteceu este ano caso semelhante com o Campinas FC/Sport Barueri, na Série A3 Paulista.

    ResponderExcluir