quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Começar de novo

Passados os insucessos nas Séries C e D, Chapecoense e Joinville começaram o tradicional desmonte. Ambos os times tiveram temporadas complicadas, e a melhor solução encontrada pelos dirigentes foi ficar com poucos jogadores e começar praticamente do zero. A continuidade sempre é boa, mas os dois clubes passaram por tantas dores de cabeça que optaram em apertar o "reset" visando o catarinense 2011.

A Chapecoense teve um ano complicado. Deparando-se com a ameaça de rebaixamento no Estadual, saiu gastando adoidado atrás de jogadores, como Bruno Cazarine, que não vingou, Waldirzinho, Cambalhota, entre outros. Além da iniciativa não ter dado certo, o time estourou seu orçamento com os reforços de emergência. Na Série C, teve mais tempo para trabalhar, mas o time conseguiu sua classificação contando um pouco com a sorte, e decepcionando profundamente na decisão contra o Ituituaba. Medalhões como Sandro Sotilli e Gustavo Papa não funcionaram, e a diretoria do clube do Oeste resolveu ficar com poucos atletas, além de indicar que não renovará o contrato com o técnico Guilherme Macuglia. Acho que a Chapecoense faz certo. Foi muita coisa errada pra um ano só. Vai precisar fazer um novo planejamento.

O Joinville disputou duas finais, perdeu as duas, e não conseguiu em casa o seu acesso para a Série C. Vai ter que ralar no campo e conquistar no Estadual a vaga na Série D de 2011. Pelo que ouvi do pessoal de lá, nomes como Luiz André, Carlinhos Santos (se envolveu em um rolo com o Figueirense nesse ano), Fabiano e Marcelo Silva vão deixar o time. O técnico Leandro Machado deve ser mantido, até porque o resultado não é culpa dele. Pegou um time já amassado desde o tempo de Ramirez, Mauro Ovelha e Edinho Nazareth. Merece mais uma oportunidade.

Os dois clubes terão um longo trabalho pela frente. Se vai dar certo, os resultados dirão.

Um comentário:

  1. Vamos ver se o Bruscão aprende com os erros cometidos por essas equipes, e faz um planejamento seguro e com os pés nos chão para 2011.

    ResponderExcluir