segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Outra atitude? Talvez. Outro futebol? Não.

O jogo contra o Emelec, por mais extraordinário que fosse, não valia para o Brasileirão, onde o nível é léguas mais alto que o do Equador. Em Goiânia, em jogo de seis pontos contra adversário direto na luta contra a degola, até se viu um time que tinha uma motivação diferente, trazida da partida da quinta-feira.

Mas o futebolzinho continuou sendo o mesmo do jogo anterior do Brasileiro, contra o Atlético-MG.

E dá-lhe gol perdido, de novo.

E o buraco cada vez aumenta, o Leão hoje é o penúltimo colocado. Uma estatística pequena: o Avaí tem a segunda pior campanha do returno, que jogou o time tabela abaixo.

O time ainda depende de si? Sim, mas a tabela não é das mais fáceis. Agora é bom o torcedor avaiano começar a procurar a sua fé, os seus santos protetores. Se a equipe mostrasse no Brasileirão um sinal de melhora, poderíamos acreditar em uma virada. Mas o tempo passa, e o futebol definitivamente não aparece.

Um comentário:

  1. Perfeito o teu comentário.
    Gostei muito do teu blog, vou ser visitante assídua.
    Kk de Paula
    http://dnazul.blogspot.com

    ResponderExcluir