segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Ibirama: Ayres Marchetti fala em 12 clubes para 2011

Não fui eu que disse. Foi o Prefeito de Ibirama, em entrevista à TV RBA, de Rio do Sul.

Matéria do excelente Blog Esporte Alto Vale, por Daniel dos Santos:

E a novela Atlético, de Ibirama, continua e na quarta-feira (27), teve mais um capítulo. Segundo informação veiculada no Jornal Regional, da RBA TV, de Rio do Sul, o clube pode voltar às atividades no ano que vem. De acordo com o noticiário, o Catarinense de 2011 terá 12 times, dois a mais do que na última edição, por imposição da Confederação Brasileira de Futebol (CBF)

Todas as informações foram levantadas pela emissora após a declaração abaixo do prefeito de Ibirama, Duílio Gehrke, a própria RBA:

“Semana passada estive conversando com o principal patrocinador, o seu Aryes, ele me deu uma luz de que derrepente o Atlético possa voltar. Inclusive parece que houve alguma alteração no regulamento do Campeonato, que agora a CBF obriga todos os torneios a terem no mínimo 12 equipes e me parece que isso acabou entusiasmando ele. // Não é só a vontade da Marchetti, não é a vontade do seu Ayres que vai ser suficiente para colocar o Atlético de novo na Primeira Divisão, é um conjunto de fatores.”

4 comentários:

  1. Não duvido mais de nada dessa nossa federação

    ResponderExcluir
  2. Esse Ayres Marchetti é um picareta do mesmo nivel do tal Nereu Martinelli e tantos outros que existem no futebol de SC.

    Fez toda aquela tramoia combinado com a Chapecoense no campeonato passado, repassou jogadores para esse clube, e tirou benefícios pessoais disso também.

    Xingpou a torcida do Alto Vale por não ter ido no estádio ver aquele timeco que ele formou para o catarinense.

    Aliciou os jogadores Giovani, Xipote do BFC, e disse que eles sairam do BFC porque não recebiam salário.

    Tem uma emresa de meiua tigela que não vale 1% da Havan e pensa que é um grande empresário.

    Melhor não pensar mais em futebol. Fica na tua empresa de meia tigela e não incomoda mais.

    ResponderExcluir
  3. Rodrigo, suponhamos que isso realmente aconteça e o Ibirama consiga a vaga. Cairia Juventus e Chape e subiriam os 4 primeiros da segundona ou, o mais provável, só o Juventus cairia e os três primeiros da segundona subiriam? Vale lembrar que, em qualquer hipótese, trata-se de virada de mesa. Caso aconteça esse aumento de clubes, acho que o certo seria subir os 4 da segundona e cair Ibirama e Juventus. Não é justo que, depois desse auê de se licenciar do futebol, o Atlético volte numa boa à elite, afinal de contas a sua licença beneficiou a Chapecoense, e não seria certo que os dois agora fossem beneficiados, principalmente o Ibirama, que é o centro da polêmica e o responsável pelo auê. Se pediram licença, que disputem a divisão inferior e voltem no campo, com dignidade. Deveriam ter pensado 25.000 vezes antes de se licenciar.
    Agora, sobre a questão de ter 12 times, sabia que mais cedo ou mais tarde isso iria acontecer, mas não torcia para que fosse dessa forma, no meio do calendário, tumultuando o regulamento. Mas gosto da idéia de ter 12 clubes disputando o título. Encorpa a competição, possivelmente aumenta o número de jogos. Já não seria a ocasião de a FCF pensar em adotar o sistema de pontos corridos? Eu defendo.

    ResponderExcluir
  4. HAHAHAHAHAHAHAHA... e depois o culpado de tudo isso é a Chapecoense. Palhaçada!

    ResponderExcluir