quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Muitas desculpas, pouquíssimo futebol

Amigos que acompanham esse Blog, escrevo esse post a 1:12 da manhã de quinta-feira, depois de ouvir várias manifestações de jogadores, técnico, presidente e torcedores do Avaí depois da pataquada sofrida dentro do Pacaembu. Muito, mas muito se falou na arbitragem.

Vou levar esse post para outro lado. Muito está se falando na arbitragem do alagoano Francisco Carlos Nascimento. Definitivamente, ele não é mal intencionado. É limitado, e isso é culpa da CBF que o aprova e o escala. Mas não tem como esconder tanto problema de um time em cima do juiz. Colocar a culpa nele é, ao meu ver, uma maneira de tentar mascarar a verdade. O pênalti mal marcado aconteceu com o placar definido.

Não vou aqui dizer que a vaca foi pro brejo e o time está rebaixado. Os resultados colaboraram e uma vitória contra o Botafogo no domingo pode tirar o Leão da zona de rebaixamento. Se você viu o jogo, responda: em algum momento o Avaí fez por merecer vencer a partida? Para mim, não.

Benazzi colocou Vandinho na frente, que com sua lentidão não criou bola alguma de perigo. Já Robinho, que segundo entrevista dada pelo técnico esses dias é o "cara que decide", fez bobagem e acabou expulso. Aí, o (pouco) preparo psicológico do time foi para o saco. Aí mesmo que o time não articulou e a goleada foi construída ao natural. E o Corinthians não fez das suas melhores atuações. O pesado Ronaldo foi bem escoltado pelos seus fãs, os zagueiros adversários, e marcou dois. Hoje, o Avaí voltou a ser a caricatura de time, anterior a vitória sobre o Guarani.

Próximo jogo é em casa, e lá vai o torcedor avaiano, provavelmente em grande número, gritar, cantar e empurrar o time para "pegar no tranco" e ver se, na base do empurrão, o time funciona. Até agora, ouvi muitas desculpas de Benazzi e não vi nenhum avanço significativo do time, que não consegue estabelecer uma sequência de boas atuações.

A vontade pode ser grande, mas o futebol é o mesmo.

Um comentário:

  1. Rodrigo, gosto muito dos teus comentários e, normalmente, concordo com a opinião. No entanto, hoje eu discordo. A resposta "o Avaí fez para merecer a vitória?": fez sim. Só não fez mais pq o bandeira do primeiro tempo e o árbitro não deixaram. Até o 1x0, o jogo estava equilibrado (isso para ser bonzinho, pq quem dava chutão era o curintia). Abraços.

    ResponderExcluir