domingo, 7 de novembro de 2010

Só vontade não é suficiente

Se o Avaí tivesse batido o Botafogo, ficaria na porta da saída da zona de rebaixamento. Mas não venceu um jogo bem possível de vencer. Mesmo na parte de cima da tabela, o alvinegro não mostrou ser bicho-papão. O Leão mostrou vontade. Mas nessa situaçao de crescente desespero, é necessária superação. O time foi melhor que o Bota, mas, de novo, o ataque azul não passou pelo goleiro adversário. Era necessário muita vibração em campo. E o jogo não foi nada vibrante. Foi duro de assistir.

Com mais dois pontos jogados fora, a conta cada vez aperta mais. Em 34 rodadas do Brasileiro, o Avaí venceu oito partidas, sendo sete em casa e somente uma fora. O Atlético-MG deixou a zona de rebaixamento, e acredito que não vá voltar. Os adversários passam a ser Guarani e Atlético-GO, que vai pegar o Leão na Ressacada. Quando se começa a fazer muita conta, o caso começa a ficar perdido. Matematicamente é possível. Acreditar que o time, e principalmente o seu ataque, mostre uma reação absurdamente espetacular, é o mais difícil.

E é complicado acreditar no ataque azul que é muito previsível. Sem opções no banco, o cardápio de opções ofensivas não é muito variado. É mais um dentre os vários complicadores que Benazzi terá que lidar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário