segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

RBS troca Catarinense por jogo do Grêmio no Oeste

Sabe aquela história do "zero da BR-101", em que o futebol catarinense vivia sob a sombra dos estados vizinhos, e que nos últimos anos foi sendo apagada com as boas atuações de nossos clubes nos Campeonatos Nacionais?

Pois é, mas ainda existem resquícios disso. E justamente no Campeonato Catarinense, que é nosso, e precisa ser valorizado dentro de nossa área, para que patrocinadores apareçam e o torcedor crie gosto em acompanhar os nossos Clubes, que não tem muitas transmissões em TV Aberta no Brasileirão.

Ainda mais quando esses resquícios falam de uma longa briga que acontece em Chapecó, que tem grandes torcidas de Grêmio e Inter, mas que é alvo de uma grande campanha de torcedores, imprensa e autoridades, para que os times gaúchos sejam deixados de lado em prol do clube da sua cidade. Faça uma pesquisa dentro da Arena Condá e veja o que o torcedor da Chapecoense pensa sobre o excesso de "grenalização".

Pois a RBS TV, que firmou contrato para exibir 24 partidas do Campeonato Estadual para Santa Catarina, resolveu passar o jogo Grêmio x Liverpool pela Libertadores, e não Avaí x Joinville, para toda a região Oeste do Estado.

Eu acho esse um assunto muito sério. Quando estamos trabalhando para que o futebol de Santa Catarina seja cada vez mais inserido no contexto do torcedor daqui, uma rede de TV simplesmente joga para escanteio um produto que ela comprou e prometeu valorizar lá na assinatura de contrato, para colocar a transmissão de um time gaúcho em uma fase preliminar de Libertadores.

Não sei se isso reverteria em uma audiência tão grande assim, mas é importante pensar no nosso futebol, na nossa gente. E a mesma RBS trocou o jogo Chapecoense x Figueirense, disparado o melhor da rodada, por um Avaí x Joinville que não tem tanta importância, já que o Leão está eliminado, cortando o sinal para Florianópolis, que verá a estreia de Ronaldinho Gaúcho no Campeonato Carioca. Traduzindo: na quarta, somente o Vale, o Norte e a Região Sul verão o Campeonato Catarinense.

Interessante notar que no Rio Grande do Sul, a RBS transmite via TVCOM, que é um canal a cabo que está disponível em algumas cidades, jogos entre times do interior válidos pelo Gauchão, e até partidas da Copa Estadual. Aqui não. E por que não fazer como no Campeonato Paulista, onde a emissora da praça onde acontece o jogo principal ganha o direito de passar ao vivo uma partida alternativa do mesmo campeonato, sem precisar exibir o Campeonato Carioca? Simples. Lá no Rio Grande e em São Paulo, clubes e torcedores valorizam as suas bandeiras. Aqui, preferem passar time do Rio Grande do Sul.

15 comentários:

  1. Perfeita Colocação! Em Chapecó e em toda região oeste (salvo algumas exceções) existe muito torcedor "grenal", porém, 90% delesnão estão nem aí para gremio e Inter se tratando de Chapecoense! É triste quando vemos uma emissora deter direitos e não cumprir deveres! Especialmente por desvalorizar uma região tão bela e apaixonada pelo Verdão.

    ResponderExcluir
  2. Depois a RBS não quer ser Xingada ao vivo nas suas transmissões. Ja aconteceu em Criciúma e domingo em Blumenau.
    Acho q não é culpa só da RBS, é também da federação catarinense. Só acredito em uma valorização do futebol depois que o homem do charuto e sua corja sumirem do futebol catarinense. Utopia?

    ResponderExcluir
  3. vergonhaaaaaa!!!ontem procurei em sites sobre resultados dos estaduais ao vivo pela net...achei jogos de todos os campeonatos...menos do catarinense...ninguem liga pro nosso futebol...e nos aqui que devemos valorizar nao o fazemos...assim fica dificil!!!sobre a rbs tv so tenho a dizer que alem de passar somente jogos dos times da capital...ainda tem uma transmissao muito ruim...eles deixam o audio aberto a voce escuta os xingamentos da torcida que ficam nas sociais...sem falar no jogo de estreia que inventaram um helicoptero que nao dava de ver nada...e eles ainda cortavam a imagem pro helicoptero bem na hora de um perigo de gol...é uma piada mesmo...gostaria que voce rodrigo me falasse ate quando vai esse contrato com a rbs...que volte e ric record...que passava os jogos 8 e 30 da noite...vc que trabalha na ric...havia tanta diferenca assim no contrato em diferenca com a rbs agora?responda por favor!

    ResponderExcluir
  4. Nessas horas a RIC Record era uma opção e até passava até pra cidade as vezes dependendo da situação.
    A RBS e a Ric ainda vão brigar muito e em todo ano será assim!
    abraço Rodrigo e com essa federação atual não dá para o futebol dai crescer!
    Igor
    meu blog: http://igoresportes.blogspot.com/ e @blogdoigor05

    ResponderExcluir
  5. Rodrigo, é um absurdo a RBS e FCF.
    Para o Oeste, vao empurrar goela abaixo Gremio x tolima e para o litoral, trocaram o Figueirense por Flamengo e Nova Iguaçu. Pode? Hehehehe
    Se vc puder acompanhar o jogo de Chapecó, vc verá a rejeiçao dessa emissora que "comprou" a preço de banana o estadual de SC.

    Já está surgindo em todo o estado a conclamaçao para termos ano que vem a RIC Record.

    ResponderExcluir
  6. isso vai acontecer sempre. só vai parar quando os clubes de valorizarem e aprederem a negociar um contrato decente com a TV.

    ResponderExcluir
  7. Detalhe interessante: originalmente, o jogo das 22h de quarta não seria Chapecoense x Figueirense, que passou pras 19h30? A mudança favorece a transmissão do jogo do Grêmio (dá tempo do pessoal sair do Indio Condá e chegar em casa na hora do jogo). Vergonha. E vale um Data-EiRBS nos estádios. Som ambiente captou em alto e bom som antes do início de Criciúma x Avaí e Metropolitano x Avaí.

    ResponderExcluir
  8. Olha, Rodrigo. O que esperar de uma emissora com sede no RS? Eles estão em SC para ganantir o monopólio sobre o território nacional da Globo, através da RBS aqui em SC. A Globo detém os direitos de transmissão de TUDO com a complacência do clubes. Os que tentam competir contra ela tem uma dificuldade enorme pra conseguir alguma coisa.

    O que acontecerá nessa rodada do nosso campeonato é uma vergonha! Assim como é uma vergonha, no nosso país apaixonado por futebol, termos apenas dois jogos do Brasileirão em TV aberta durante a semana.

    Somos reféns dessa Rede GLobo... Uma vergonha.


    Agora uma cutucada: Você e o Rodrigo Faracco fazendo comentários sobre o Flamengo pelo twitter, não estão ajudando o nosso futebol.
    Vcs são referencias quando se trata de futebol catarinense, e não me agrada ter que ler sobre o flamengo no twitter de vcs... Sei que vcs usam essa rede para convivio social, mas muitos (acredito q a maioria) por vcs representarem opinião sobre o nosso esporte.

    abraço

    ResponderExcluir
  9. Faço minhas as suas palavras...

    E o coro "Ei RBS vai tomate cru" nao para de aumentar...

    É simplesmente ridículo o que os gauchos fazem, e os catarinenses aceitam.

    ResponderExcluir
  10. Enquanto for essa babação de ovos para os times de fora o nosso futebol vai ser jogar as traças... a culpa é de quem? Imprensa, federação, clubes, e até da torcida, que fica lambendos os times de fora... Ou seja, a culpa é de todos. Enquanto não tivermos uma grande jogada de marketing geral para valorizar o nosso futebol, será sempre assim, e não adianta chora as pitangas. Tem cabra ai que é mistão (torce para o time da sua cidade e um flamengo da vida ao mesmo tempo)... isso pra mim não é torcedor...

    ResponderExcluir
  11. Rodrigo,

    A RBS faz isso pensando no $$$, pois tem mais IBOPE transmitindo esse jogos de Flamengo, Grêmio e Inter, do que passando jogos dos times daqui para diversas regiões.

    Mas os grandes culpados - e que devem ser cobrados por isso - são os presidentes dos nossos clubes, pois é a Associação de Clues que vende os direitos de transmissão para a RBS, e que negocia com ela todos os detalhes do contrato!

    São os presidentes dos nossos clubes que vendem o campeonato por uma mixaria, sem fazer nenhuma exigência quanto à transmissão de partidas!

    O dia em que a Associação de Clubes realizar uma concorrência pública pelos direitos de transmissão, estipulando exigências mínimas contratuais, tenho certeza que melhora a qualidade das transmissões e aumenta o valor para os clubes.

    Abraço,
    Beto Calgaro

    ResponderExcluir
  12. Duas observações:

    Vc não pode reclamar que Fpolis vai ficar sem o jogo do estadual, pois quando transmitem jogo em Criciúma ou Joinville, essas praças também ficam sem o jogo do estadual. Finalmente vão passar um jogo em Fpolis pra torcida do Jec ver. Só falta mesmo tu reclamar disso. Se passaram Criciúma x Avai pra Fpolis, deveriam passar também Avai x Criciúma pra região de Criciúma.

    Sobre a RIC, acho que esse povo tem memória curta. No ano que transmitiram o estadual, só passaram o primeiro jogo Joinville x Criciúma, o restante foi só figayrense e avai. Essa tal de RIC é igual ou pior que a RBS.

    ResponderExcluir
  13. Chapecoenses, por favor, façam o famoso coro bem alto amanhã pra RBS... ei RBS....

    ResponderExcluir
  14. Mais peraí,na época da Ric que teve de jogo da Chapecoense tb não tava escrito,não tinha só Figueirense e Avaí no script de escala!!
    Nessa me lembro bem!

    ResponderExcluir
  15. Que campeonato a Chapecoense disputa? Que times o torcedor da Chapecoense precisa apoiar ou secar para melhorar na tabela. Ontem, por exemplo, o Joinville não podia ganhar, mas lixe-se o campeonato comprado a preço de banana.
    O pior é os caras da emissora reclamando do horário dos jogos, é de doer.
    Fico feliz do coro generalizado pelo estado todo, achei que fosse somente na Ressacada.
    Bem que poderíamos chamar uns tunisianos para pegar uma dicas de como se derrubar um ditador (a propósito, interessante o livro do Dalmo Bozzano).

    ResponderExcluir