segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Márcio Goiano fora do Figueira. Era hora?


A diretoria do Figueirense reuniu-se agora a noite e optou por demitir o técnico Márcio Goiano, curiosamente, eleito hoje como o melhor técnico do primeiro turno do Estadual, onde perdeu apenas dois jogos, ambos para o Criciúma, um no turno e a decisão em casa. Caiu por causa de um jogo, e depois de uma troca de farpas via imprensa com o presidente Nestor Lodetti após a partida onde todos, de cabeça quente, buscam encontrar culpados.

Tá certo que, desde o fim da gestão da Figueirense Participações, por algumas vezes a nova diretoria mostrou vontade de derrubar Goiano. Mas os resultados apareceram, e a corrente pró-derrubada teve que ficar quieta. Ele conseguiu o acesso com relativa tranquilidade, e foi tratado como ídolo. De uma hora pra outra, depois de uma derrota sob esse ingrato regulamento do campeonato, em jogo único, a diretoria do clube vê na perda do turno o início de uma crise irremediável que exija a troca do treinador.

Técnicos devem ser trocados quando o time precisa de um fato novo para chacoalhar o elenco ou em uma sequência de derrotas que justifique uma mudança de comando. Nada disso aconteceu. É fato que o time montado por Márcio Goiano foi envolvido por Guilherme Macuglia na decisão, mas a derrota no Scarpelli em nada tira a condição alvinegra de forte candidato a levar o returno.

Não era a hora. As consequências poderão ser ruins, pois o time estava encaixado e entrosado sob o comando de Márcio Goiano, que não duvido, arrumará um outro clube rapidamente.

3 comentários:

  1. até que emfim...tchau!!seja feliz em outro clube,quem sabe um dia ,com mais experiência,possa ter outra chance,o figueira não é laboratório...a diretoria tem que agir rápido e com eficiência,ADILSON BATISTA SERIA UM GRANDE NOME! VALE A PENA O INVESTIDOR ABRIR OS COFRES...MAIS ABÉL RIBEIRO....MISERICÓRDIA!!!NÃO TEM NEM POSTURA DE TREINADOR,tomara que sirva pra tapar buraco contra o metro E SÓ!!!!graça e paz

    ResponderExcluir
  2. Pior decisão possível. Igual a demissão do Adílson do Santos. Não era hora. Estadual só atrapalha, sempre. Torcida e jogadores, me parecem, gostavam do Goiano. Não vejo, a princípio, grandes perspectivas no returno pro Figueirense. Sorte que ainda tem tempo pra se arrumar pro Brasileiro

    ResponderExcluir
  3. A nação azzurra se solidariza com o coirmão alvinegroesverdeadorosado. Kkkkkkkk!

    ResponderExcluir