segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Paulo Turra caiu

Em reunião hoje no fim da tarde, a Diretoria do Brusque comunicou ao técnico Paulo Turra que ele não comandará mais o time. Junto com ele, também sai o auxiliar Marcelo Caranhato, esta uma surpresa, já que pelos planos da diretoria, ele havia sido contratado como funcionário para permanecer no clube seja qual treinador comandasse o time.

Em sua entrevista final, concedida à Rádio Cidade e à TV Brusque, Turra ressaltou que deixa o time como o segundo melhor ataque do campeonato (e a terceira pior defesa) e com o artilheiro da competição, Têti. Também declarou que "a maldita bola parada" custou o seu cargo.

Minha análise: a sua situação estava complicada, e até achava que a diretoria iria mantê-lo para a Copa do Brasil. Mas pesou os resultados favoráveis que escaparam no final (empates contra Criciúma, Marcílio e Concórdia, vitórias certas que acabaram em empate) e a declaração pública que fez na sexta contra a diretoria na Rádio Cidade, criticando as condições da viagem para Chapecó.

Bola pra frente, e o Bruscão tem jogo dia 23, contra o Atlético-GO, pela Copa do Brasil. Qualquer nome que eu fale aqui será mera especulação, até porque nesse momento começa a busca por um novo nome. Tenho os meus favoritos, mas são cabeças diferentes que decidem.

Certo era que um fato novo precisava aparecer. O Brusque jogou fora uma classificação certa às finais do turno.

4 comentários:

  1. o turra tinha pontos possitivos e negativos. acho que o time taticamente é até bom, mas o treinador nao soube acertar a marcação nas bolas paradas e nao conseguia manter a atenção dos jogadores em momentos desivivos. digo isso principalmente em razão dos ultimos acontecimentos em chapeco. o turra deu motivo para a desculpa em caso de derrota e de certa forma (acredito que sem intenção) jogou os jogadores contra a diretoria, ao ficar reclamando do onibus. quantos times já foram pra chapeco de onibus e ganham. a viagem é cansativa, é. mas 48 horas qualquer pessoa, mesmo que nao atleta, esta recuperada fisicamente. alem do mais, no inicio do campeonato engrandeceu demais os clubes grande e inferiorizou o bfc. essas coisas mexem com o jogadores. um treinador de futebol nao só é responsavel pelo tatico, é tambem responsavel pelo emocional do time. e nisso o turra falhou.
    agora se nao contratar, pode trazer o muricy que nao vai da certo.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o depoimento do Diego.

    Além de tudo que foi dito, aconteceram também erros pela falta de experiencia do Turra. Exemplo foi entrar com Guto e deixar Ayub no banco nesse último jogo. Outro foi tirar o Rogério Souza e deixar o João Neto quando o goleiro foi expulso. Aconteceram também erros de escalação e substituição em outros jogos.

    Agora, numa coisa o Turra tem razão. Ele falou muito claramente que "é muito mais fácil demitir 1 do que demitir 2 ou 3". Esses 2 ou 3 a que ele se refere são os 3 zagueiros, RESPONSÁVEIS DIRETOS pela não classificação do time e pela queda do técnico.

    Eu sinceramente mandaria os dois embora (Thiago e Vinicius) e ficaria apenas com o João Vitor, que pelo menos não comprometeu nas poucas vezes que entrou.

    Com essa zaga dificilmente o Brusque vai conseguir alguma coisa. Vinicius e Thiago é salário e dinheiro jogado fora. Deveriam ter VERGONHA NA CARA e pedir pra sair junto com o Paulo Turra.

    ResponderExcluir
  3. ola bruno vc e um cara muito inteligente a gente fica culpando so os zagueiros mais na bola parada nao e so eles que marcam e sim mais companheiros entao temos que crucificar todos

    ResponderExcluir
  4. Junior, não concordo. No ano passado os laterais eram praticamente os mesmos, e os volantes também muito parecidos. Talvez desse ano são até melhor com o Fabinho.

    O Rogélio e Cris garantiam a coisa lá atrás, e tomavam muito pouco gol de bola parada. A deficiencia está mesmo na zaga. Pra mim o menos ruim é o João Vitor.

    Espero que o novo técnico indique dois zagueiros e coloque Thiago e Vinicius na reserva, se não quiserem dispensar.

    ResponderExcluir