quinta-feira, 24 de março de 2011

Brusque fez o mais importante: venceu

Não foi um bom jogo no Augusto Bauer. Mas dentre as circunstâncias, o importante foi a vitória, os três pontos muito bem-vindos e a saída da incômoda posição na tabela. Pelo menos dá tranquilidade até o jogo em Imbituba.

O Brusque tinha improvisações, mas veio postado no 4-4-2 tradicional, com um esforçado Aloísio tentando segurar a posse na frente. O Marcílio deixou Rincón isolado na frente, apostando nas jogadas de contra-ataque e nas bolas lançadas ao rápido Adans. Faltou ousadia ao marinheiro, que até ajudou a frágil zaga brusquense, que não foi apertada por nenhuma blitz de dois meias e dois atacantes.

E aí o Brusque foi criando chances. Colocou uma bola no travessão e fez o único gol da partida com Leandrinho, que junto com Fabinho foram ao meu ver os melhores em campo. No segundo tempo, as alterações do Marcílio não arrumaram a equipe, e isso ajudou o time de Simionato, que perdeu duas chances incríveis de gol, com Kito e Paulinho, que poderiam fechar a partida.

Bom, como disse, o importante é que venceu. Aloisio deixou, de novo, o campo contundido. A diretoria já avisou que vai contratar um outro atacante, de preferência com característica de área, até sexta-feira, prazo final de contratações. Definitivamente, o ataque com Kito e Leandrinho juntos não funciona a contento. Logo, há de se achar uma peça de reposição que chegue na proximidade das funções de Aloísio.

Já o Marcílio... vai penar na reta final do Campeonato. Joga com linha de três zagueiros, mas de forma muito confusa. O time não chuta a gol, e mesmo com um meio de campo congestionado, deixou os meias do Brusque trabalharem. Também não entendi porque Gelson, atrás do placar, não abriu mão dos três defensores para montar um 4-4-2 clássico no início do segundo tempo, colocando um companheiro para o solitário Rincón, a fim de tentar algo a mais no ataque. Tem uma tabela difícil pela frente, e um jogo com o emergente Concórdia em casa que pode definir os seus rumos.

Um comentário:

  1. valeu pelos tres pontos, mas o time parece que piorou nesse segundo turno. o bfc perde mto facil a bola, mesmo estando com um jogador a mais. a zaga vive entregando. o joao neto não apoia, etc.. e todos os mesmos problemas que ja foram falado aqui. mas vamos no bumba meu boi é capaz de ganhar do imbituba e concordia e se livrarmos do rebaixamento e ainda sonhar com uma vaga no g4.


    agora nao participar da copa sc é uma pena. alem de perder a chance de conquistar uma eventual vaga pra serie d de 2012, é um DESRESPEITO com o torcedor de brusque, principalmente pra quem é socio. brusque sempre teve 4 meses de futebol por ano, agora que tem o calendario um pouco maior prefere nao disputar competiçoes e fazer jogos treinos.

    ResponderExcluir