domingo, 20 de março de 2011

O passeio do Tigre no sábado

Como é bom um time vencer um adversário que não oferece resistência, aceita a pressão, não marca, não cria, não exige do goleiro...

Foi assim o Brusque hoje em Criciúma. Fica até complicado pra analisar o Tigre em campo, já que definitivamente, o time não foi exigido, venceu ao natural.

Já o Brusque foi um verdadeiro monstrengo em campo. Não jogou no 3-5-2 por nenhuma vez em todo o ano, surpreendeu todos ao entrar em campo assim. Um esquema desse tipo precisa ser muito bem treinado para funcionar a contento, e demorou apenas quatro minutos para ser vazado, com um gol de cabeça do baixinho Roni. Depois Pirão faria o segundo em um rebote de escanteio e Roni faria o terceiro no segundo tempo, num belo chute de fora da área.

O Brusque entra numa decrescente preocupante nesta reta final do returno. Não vence há cinco jogos. E o técnico diz que "se vencermos as três em casa e mais uma fora, estamos classificados". Na teoria é isso mesmo. Mas eu pergunto: hoje, o time merece vencer? Houve uma melhora de rendimento? Definitivamente não. E o fato de que agora os quatro grandes se passaram não pode ser usado como desculpa. A resposta deve vir com vitórias. Qualquer resultado que não seja a vitória contra o Marcílio na quarta-feira pode detonar uma crise sem tamanho. Nestor, olhe o caso da Chapecoense no ano passado, que achava que estava tudo sob controle e acabou caindo. Dessa vez, não vai ter desistência de Atlético de Ibirama pra salvar.

9 comentários:

  1. O Brusque entrou em campo com o status "aparecer offline".

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Independente dos erros, nossa obrigação é LOTAR O AUGUSTO BAUER na quarta-feira e ficar torcendo para o Metropolitano, Imbituba e Concórdia não ganharem muitos pontos daqui pra frente.

    A torcida sempre apoiou o time nos momentos difíceis. Quarta-feira é jogo de vida ou morte para o Bruscão.

    ResponderExcluir
  4. Só quero discordar de "alguns" que falam que o campeonato para o Brusque começa na quinta rodada.

    O campeonato para o Brusque começou na primeira rodada, quando perdeu 2 pontos em casa para o fraco time do Joinville.

    Quem diz essa besteira deveria falar que o campeonato para o Brusque começa na quinta rodada e termina na oitava, porque na nona pega a Chapecoense, que é muito melhor que o Joinville.

    Que teoria furada. O Brusque sempre ganhou do Figueirense, Criciuma, Joinville dentro de casa, e do Avaí também.

    Seguindo essa teoria furada, o Brusque pode perder os jogos contra esses times (Joinville, Avaí, Figueirense, Criciuma e Chapecoense) e disputar um campeonato a parte com o Metro, Marcilio, Concórdia e Imbituba.

    O Brusque está assim mal na classificação geral porque deixou de ganhar do Criciuma dentro de casa e não teve competência para ganhar do fraco time do Joinville.

    Outra grande sugestão foi dizer que o Brusque poderia usar um 3-5-2. O Rodrigo respondeu bem: "Não jogou no 3-5-2 por nenhuma vez em todo o ano, surpreendeu todos ao entrar em campo assim. Um esquema desse tipo precisa ser muito bem treinado para funcionar a contento, e demorou apenas quatro minutos para ser vazado, com um gol de cabeça do baixinho Roni.

    Além disso, para usar 3-5-2 tem que ter 3 zagueiros bons. Se já é difícil escolher 2 desses 3, imagina colocar os 3 juntos. Deu no que deu.

    Se fosse pra colocar uma retranca (que sou contra), coloque então 3 volantes, porque aí tem escolha. Poderia colocar o Guto ou o Ayub em vez de usar esses 3 zagueiros horrosos juntos.

    Sinceramente, acho que o Mauricio Hass estava certo comentando a contratação desse técnico: "um tiro no pé". Pior é que já tem gente falando em trazer o Suca de volta. Aí sim pode enterrar de vez esse time. Fechar as portas de vez.

    O Professor Pardal gostava muito de escalar 3 zagueiros ruins jogando em 3-5-2, escalar o Paulinho de volante... Quase levou o time pra segunda divisão. Sorte que foi mandado embora a tempo.

    Estou ouvindo o jogo Figueirense x Marcilio. O Marcilio tá dando show de bola jogando em Floripa naquele time que deu um baile em Brusque. Pelo menos no primeiro tempo. Brusque pode colocar as barbas de molho. Vai ser muito difícil ganhar na quarta-feira.

    Como um técnico bom faz diferença. O Gelson Silva conseguiu montar um time muito melhor que o Brusque com a metade do orçamento. No início do campeonato, deixaram de contratar o Joceli que estava desempregado para trazer um tal de Paulo Turra, totalmente sem experiência, querendo utilizar em SC técnicas de treinamento que viu na Europa. É pra acabá.

    Depois foram buscar um técnico totalmente ultrapassado, que não indicou nem trouxe nenhum jogador e que está escalando o time de forma totalmente equivocada.

    Num plantel que já era reduzido, perderam 4 jogadores e trouxeram 1. Estão falando em reforços desde o início do primeiro turno e o campeonato está acabando e não chega ninguém. É pra desanimar mesmo.

    Mas mesmo assim temos que aplaudir aqueles que viabilizam o futebol em Brusque. Vamos apoiar até o fim. Só dá para desejar boa ou muita sorte. A coisa está pra lá de feia.

    ResponderExcluir
  5. Descordo do amigo ao falar do suca....um tecnico de ficou 2 anos. Disputou 5 competiçoes de ganhou 3. Tem que ter o nosso respeito.

    ResponderExcluir
  6. ALEXANDRE, VOCÊ TEM RAZÃO.. SE FIZERMOS OS MESMOS 12 PONTOS DA PRIMEIRA FASE COM AS TÉCNICAS DO TREINADOR EUROPEU , NÃO VAMOS CAIR E QUEM SABE CLASSIFICAR..FALTAM 10 PONTOS AINDA...

    OUTRA COISA, O BRUSQUE É GRANDE E TEMOS QUE LUTAR PARA SERMOS CAMPEÕES POIS TEMOS UMA GRANDE ESTRUTURA E AS CONDIÇÕES DE TRABALHO SÃO AS MELHORES.
    VAMOS TRAZER UM GRANDE TREINADOR,QUE FAÇA COLETIVO, TROQUE IDÉIAS COM A TORCIDA ORGANIZADA E COBRE PERCENTUAL DE SALÁRIO...CHEGA DESSES TREINADORES COM VELHOS HÁBITOS, QUE NÃO SE ATUALIZEM..CHEGA..
    ESTANMOS JUNTOS ..

    ResponderExcluir
  7. Gian

    Eu fui um dos que sempre apoiei o Suca, na DE, Copa SC, Recopa. Realmente fez um bom trabalho, e uma coisa que considero importante: trouxe na época alguns bons jogadores como o Xavier, Bagé, Bitencourt que foram importantes naquelas campanhas. Acho fundamental um técnico trazer jogadores, como fazem Gelson Silva, Mauro Ovelha e outros.

    No campeonato Catarinense, comecei a deixar de gostar do trabalho do Suca. Insistiu muito no 3-5-2, quando o BFC tinha na época uma zaga tão ruim quanto essa de hoje, com Marcelo e não lembro os outros dois. Escalava um zagueiro na lateral esquerda e colocava o Tom como ala. Foi um desastre. Repetiu isso várias vezes, quando tinha lateral esquerdo de ofício, que era o Lucas, se não me engano.

    Depois a cada partida tirava um coelho da cartola. Escalava o time com somente um volante, colocava o Paulinho como segundo volante, zagueiro de lateral esquerdo, etc. Resultado: o Brusque estava caminhando para o rebaixamento quando o demitiram. A torcida também não gostava dos esquemas retranqueiros do Suca.

    Eu até acho que o Suca poderia voltar, se trabalhar sem inventar. Esquema 3-5-2 nunca deu certo no Brusque. É um esquema muito difícil de trabalhar. Você precisa ter pelo menos 2 zagueiros muito bons e dois alas também muito bons. Isso raramente você encontra num time de futebol. Está dando certo na Chapecoense porque tem bons zagueiros e bons alas.
    _________________

    pcarli

    Entendo o seu comentário irônico. Todos sabemos que o Brusque por enquanto não é grande, não tem boa estrutura, e tem um orçamento bem menor que pelo menos 5 ou 6 clubes no estado. Mas é um clube honesto, que paga bem, paga em dia e sempre tem bom ambiente de trabalho. Isso sem contar com os atrativos da cidade em si, que agrada a todos que chegam para trabalhar ou praticar esporte.

    Nós não precisamos de um grande treinador como você diz, ou de um treinador estrela. Considero o Joceli um bom exemplo do tipo de técnico para o BFC. Precisamos sim de treinador com velhos hábitos que sempre deram certo no futebol, como por exemplo, realizar treinamentos coletivos.

    O Paulo Turra poderá vir a ser um ótimo técnico, é novo e tem muito tempo para aprender. Não acredito que possa se dar bem se não modificar os seus métodos de trabalho. Querer utilizar no interior do Brasil métodos de trabalho usados pelo Barcelona, Manchester United e outros realmente não funciona. Esses clubes tem jogadores conhecidos, que todos sabem como jogam, o que podem render. Talvez nesse contexto não seja tão importante realizar treinamentos coletivos, mas sim treinamentos táticos. Mas é outra realidade, totalmente diferente da nossa.

    Quanto aos 12 pontos conseguidos, não foi realmente tão ruim assim. Pelo que estamos vendo, o atual técnico vai ter muita dificuldade de conseguir isso no returno, mesmo com um jogo a mais dentro de casa. Mas tem que considerar algumas coisas também. Primeiro, o Brusque jogou dentro de casa contra o time B do Avaí, que é bem mais fácil de ganhar do que o time A do Figueirense. Depois, o Brusque tinha o Teti, que era o artilheiro isolado do campeonato e responsável pela criação no meio de campo. Perdemos um jogador fundamental.

    Além disso, os times médios ou grandes de SC estão bem mais preparados nesse segundo turno do que no primeiro. Depois, perdemos pelo menos 50% do poder ofensivo com a saída do Teti, perdemos jogadores por contusão, que tendem a ficar mais constantes da metade do campeonato em diante. Além disso, no primeiro turno o técnico teve 2 MESES para preparar o time.

    Como você pode ver, a realidade é bem diferente do primeiro turno. A missão agora para escapar do rebaixamento é fazer pelo menos mais 10 pontos para igualar os 12 do primeiro turno.

    Com esse plantel acho que o Brusque só escapa do rebaixamento se Concórdia, Imbituba e Metropolitano conseguirem ser pior. Na rodada de ontem isso ocorreu, mas não sei se vai continuar até o final do campeonato. Vamos rezar para que isso ocorra, porque pelo jeito não vão chegar reforços mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Sinceramente, acredito que tem jogador fazendo corpo mole em campo, não pode, não chutar uma bola em gol...isso é impossivel...dizer que jogar as 4 primeiras partidas contra os 4 grandes foi a desculpa para o baixo e ridículo rendimento deste time sem vergonha. Vamos parar por ai, temos que ganhar quarta feira e ainda pedir desculpas para torcida. Esta sim, merece nossos aplausos.

    ResponderExcluir