domingo, 13 de março de 2011

A rodada molhada: chuva, choro e lambança

De folga hoje, por causa do adiamento de Brusque x Figueira, pus a fazer plantão nos jogos do Estadual. O único jogo que me era disponível para ver foi Avaí x Criciúma. A chuva prejudicou algumas partidas. Times sofreram revezes que causaram muito choro. E como cereja do bolo, a pior arbitragem que eu vi nesse Campeonato Estadual.

O jogo em que o principal personagem foi Raimundo da Luz Nascimento e seus assistentes. Ninguém saiu satisfeito com tanta lambança junta em um jogo só. Erros dos dois lados, mas que mudaram o rumo da partida no seu início, num gol absurdamente anulado de Pirão, que Claudemir Maffessoni viu impedimento sabe-se-lá onde. O Tigre foi valente em campo, e poderia estar na frente. Ato contínuo, Marcinho fez o primeiro, e Marquinhos o segundo, resultado que não era justo por o que os dois times renderam. O Criciúma chegou ao empate, com um pequeno auxílio de Zé Carlos, com a arbitragem errando novamente, desta vez contra o Avaí, em um impedimento absurdamente mal marcado em Rafael Coelho.

Depois, Fábio Santana seria expulso, quando corria olhando para a bola, e Marquinhos tropeça em suas pernas. Motivos de sobra para muita reclamação, e mesmo assim o Tigre, guerreiro e muito lutador, conseguiu deixar o jogo equilibrado mesmo com um atleta a menos, valorizando o resultado que, repito, foi o justo. Pena é saber que o trio de arbitragem desta partida não tomará bronca, não será punido (talvez uma rodadinha fora do sorteio) e tudo fica como está. E assim como temos disponíveis na internet as súmulas de jogo, o mesmo não podemos falar dos relatórios de arbitragem, pra saber se os ditos "observadores" viram a mesma atuação calamitosa de Raimundo da Luz Nascimento.

No resto da rodada, resultados interessantes: o Metropolitano foi patrolado pelo Concórdia por três a zero. Aquela crise que teria acabado em Blumenau depois da vitória sobre o Marcílio Dias voltou com tudo, depois de uma sapatada tomada para o lanterna, que estava há 10 jogos sem vencer. Agora, terá pela frente a Chapecoense, outro time que fez vexame hoje. Vencia por dois a zero o Imbituba, e desperdiçou um pênalti a seu favor em ato de extrema irresponsabilidade de Aloísio, tido por muitos como o craque do campeonato. Ele foi bater à la Loco Abreu, com uma cavadinha, pra cima do experiente goleiro Sérgio e perdeu, dando toda moral pro adversário, que aproveitou duas babadas da zaga verde para empatar a partida.

E o Marcílio, que vinha até bem no campeonato, perdeu a segunda seguida para o Joinville por 3 a 2. O JEC embala na segunda colocação do returno, tendo pela frente o Concórdia. O Marcílio tem uma gordurinha pequena na classificação geral pensando em rebaixamento, e vai pegar o Figueirense fora de casa.

Jogo de quarta entre Brusque x Figueira ganha uma grande importância.

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Há que se admirar a criatividade de alguns torcedores. Num único comentário o cidadão acima cutucou 7 torcidas diferentes. Não adianta pedir paz nos estádios. Torcedor em sua maioria é passional.
    Falando em futebol, o Brusque que abra o olho. Imbituba somando pontos, Concórdia ganhando. O Rebaixamento começa a assombrar

    ResponderExcluir
  4. O objetivo era cutucar mesmo. Mais na BRINCADEIRA do que qqer coisa. Vc não entendeu.

    Esqueci de chamar o Brusque de marrecão. Não tem nada a ver com violencia. Se vc levar pra esse lado, eu prefiro deletar o comentário, como vou fazer agora.

    ResponderExcluir
  5. Alexandre você é um torcedor infeliz e deve estar de mal com a vida meu amigo. Está atirando para todo o lado e ofendendo todas as torcidas de nossa estado. O Rodrigo está certo em excluir comentário ofensivo e esdrúxulos como o seu. Acredito que você deva fazer um tratamento urgentemente ou deva procurar um espaço mais apropriado para desopilar esses impropérios.

    ResponderExcluir
  6. Tem gente que ainda não caiu na real e pode acabar caindo pra segundona do Catarinense.

    O Brusque não é candidato a vaga na semifinal do returno. É, na verdade, um seríssimo candidato ao rebaixamento. Deve travar um duelo ferrenho com Marcílio, Metrô e Imbituba.

    Um desses quatro cai. E pelo que se vê na tabela, analisando os jogos restantes, a briga vai ser muito acirrada.

    Qualquer um dos 4 pequenos-médios times de SC pode se juntar ao minúsculo Concórdia na segundona 2012.

    ResponderExcluir
  7. Briga pra não cair, que coisa horrorosa! Ainda bem que eu torço pro JEC, um time que, mesmo quando não tem um grande elenco, briga pelas primeiras posições na tabela.

    ResponderExcluir
  8. Não esqueçam que alem de 1 jogo a menos , pegamos todos os médios (porque no futebol catarinense não existe nenhum grande) nas 4 primeiras rodadas, quem acompanha o Brusque sabe que não existe chance de cairmos. a briga vai ficar entre Concórdia, Imbituba e o Metrouxa

    ResponderExcluir
  9. Concórdia já caiu. Não foi a vitória avulsa de ontem sobre o Metrô que safou a vida deles. Não tem matemático que salve o horroroso time do Concórdia.

    Resta mais uma vaga na segundona 2012.

    E, queira ou não queira, a realidade é cruel: Marcílio, Metropolitano, Brusque e Imbituba são os times que brigam para se manter na Divisão Principal.

    Concluindo, apenas para relembrar o amigo joinvilense: no Catarinense 2007, o Joinville caiu para a segunda divisão do estadual. E graças ao regulamento estapafúrdio da FCF, disputou a série B do estado no mesmo ano e voltou a integrar a elite em 2008.

    ResponderExcluir