segunda-feira, 25 de abril de 2011

Macuglia abandona o Tigre antes da decisão

Uma bomba caiu no Heriberto Hulse na manhã de hoje, com o anúncio do técnico Guilherme Macuglia, que deixa o Tigre para disputar a Série C pelo Caxias.

Uma saída sem muitas explicações. Macuglia se limitou a dizer que "o Caxias é um projeto pessoal meu", e não deu muitas pistas sobre o que levou a sua saída, se foi pela proposta financeira ou algum problema interno do clube, até um desgaste. Mostrou certo desânimo nas suas palavras, não procurou polemizar, e deixou o presidente Antenor Angeloni com uma tremenda bomba na mão.

Deve ser algo bem grave. Ninguém abandona o barco com a real possibilidade de se tornar campeão estadual daqui a duas semanas. Não é a primeira vez que isso acontece: em 2000, Zé Antônio Martins comandou o Marcílio Dias até a semi-final do Campeonato Estadual, quando pediu demissão e deu seu lugar a Leandro Campos.

E o Tigre precisa agir rápido, pois tem decisão daqui a 13 dias. O sonho do torcedor é Márcio Goiano, ex-Figueirense e que conseguiu colocar o Grêmio Prudente nas oitavas da Copa do Brasil, com boas chances de seguir em frente. Não evitou o rebaixamento do time no Paulista, mas a melhora do time foi evidente. Não sei até que ponto a chance de tirá-lo de lá existe, mas de qualquer forma, o relógio é inimigo da diretoria do Criciúma. E pensando numa decisão contra Avaí ou Chapecoense, o tirno não pode ir na direção errada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário