sábado, 28 de maio de 2011

A desmotivação continua, Galo 3 a 1

Dois jogos, duas derrotas e sete gols sofridos.

Pior: não apareceu nada, absolutamente nada de novo em relação ao jogo contra o Vasco, quando se esperava uma remotivação que faria a equipe jogar ao menos ligada contra o Atlético-MG.

E nada aconteceu.

O Avai voltou a jogar muito mal, tomando três gols em bolas de escanteio, mostrando um problema crítico de marcação que já vem de algum tempo, mas não consegue ser corrigido ou sequer minimizado por Silas. O técnico avaiano, aliás, que continuou com suas invenções. Mais uma vez, o time não foi pra cima do adversário jogando em casa. Esperou o Atlético atacar, para tentar um contra-ataque absolutamente ineficiente. Quem está com a cabeça em outro lugar, caso de Marquinhos e Julinho, não apareceram. E só quando a vaca já estava no brejo que Estrada foi pro jogo. E para mim, foi o melhor em campo.

É um jogo que, se analisado, vai ter um resultado bem parecido com o jogo do Vasco. O time avaiano vai ter que entrar num processo de reestruturação urgente durante a Série A. Ainda bem que estamos só no início. Além das contratações que são urgentemente necessárias, Silas tem pela frente um elenco que precisa urgente de motivação, a famosa "chacoalhada".

Um fato novo precisa aparecer com urgência. Há muito campeonato pela frente, mas a paciência do torcedor não aguenta muito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário