terça-feira, 17 de maio de 2011

Os grupos e a missão complicada na Série D

A CBF divulgou a tabela e o novo regulamento da Série D de 2011, e colocou uma baita pedreira na frente de Brusque e Metropolitano. Não apenas pela chave em si, que é difícil. Mas pela fórmula do campeonato, que cria quatro mini-torneios regionais que valem uma vaga cada um.

Bruscão e Metrô terão pela frente Juventude, Cruzeiro de Porto Alegre e Cianorte. Todos contra todos, classificando os dois primeiros, que pegam os classificados da chave que reúne CENE, Oeste de Itápolis, Mirassol, Operário de Ponta Grossa e Cerâmica de Gravataí. Os classificados na segunda fase se enfrentam na terceira, valendo vaga na Série C. Ou seja: é impossível, por exemplo, que Brusque e Juventude subam juntos para a terceira divisão. Melhor seria se desses 4 surgisse um quadrangular, mas não foi assim que a Confederação decidiu.

Ou seja: os times terão que montar times muito melhores que os do Estadual, pois precisam ser campeões deste torneio de 10 equipes para subir. O Juventude, que tem experiência de Série A e é campeão de Copa do Brasil, é favorito, mas também precisa ajustar o time, já que não fez um bom Gauchão.

O Brusque, que hoje tem elenco reduzido, não poderá errar o tiro nas contratações. Se não, será figurante mais uma vez.

9 comentários:

  1. ano passado a série D tinha um problema q era o numero de participantes oq obrigaba a ter times classificados para as oitavas pelo indice técnico,tanto q o américa de manaus mesmo eliminado no segundo mata-mata da competição acabou classificando pelo indice técnico.

    a formula é a mesma ou alteraram ?

    ResponderExcluir
  2. a cbf tem que rever a serie c e d. essa formação de grupos regionalida, é muito cruel com os clubes do sul/sudeste do brasil que clubes investem alto.
    se fizesse um campeonato com 20, nos moldes da serie A e B clubes, dos estados de RS,SC,PR,PR e RJ (4 clubes por estado), ia ser mto bom.

    ResponderExcluir
  3. faço uma importante recomendação para que o brusque possa ter o acesso a serie C tens que contratar um exelente advogado pois foi dessa forma que o joinville conseguiu...
    quanto ao jogador pantico parece que o mesmo não quer jogar a serie D.mesmo assim estarei aqui torcendo pelo os times de santa catarina no brasileiro.

    ResponderExcluir
  4. Existe a possibilidade de criarem a SÉRIE E. Aí, os 20 melhores colocados da D desse ano já estão garantidos pra 2012, excluindo os 4 que subirem pra C e somando os 4 que descerem da C, formando uma Série D com 20 clubes pra 2012. Da mesma forma que foi criada a Série D três anos atrás. E a Série E seria nos moldes da atual D, com 40 clubes regionalizados.
    Na Inglaterra e outros países, tem seis, sete até oito divisões. O Brasil está caminhando para este rumo. De certa forma, SE HOUVER AJUDA FINANCEIRA DA CBF, é bom, pois mais clubes terão atividades durante mais tempo no ano, e não viverão apenas de estaduais 3 meses por ano.

    ResponderExcluir
  5. Se é difícil, pelo menos o regulamento não é cruel como ano passado. Ano passado os classificados formavam um mata-mata imperfeito, que culminava no ridículo de até perdedores se classificarem para as quartas-de-final.

    ResponderExcluir
  6. Resolveram um problema da fórmula mas criaram outro. O que deveria ter feito era quando ficassem 8 clubes fosse por pontos corridos para decidir os 4 que sobem, seria mais justo. Nunca houve, mas os torcedores e os clubes e ou as federações tem direito de contestar a fórmula do campeonato? Por isso da obrigatoriedade de divulgar com antecedência. Sabe sobre isso Rodrigo se tem alguma coisa no estatudo do torcedor?

    ResponderExcluir
  7. Fabio - os clubes, se chegarem a um consenso, tem o poder de nao concordarem com o regulamento apresentando e apresentar outro. mais isso nunca acontece, porque os diretories só sabem reclamar. apresentar um regulamento melhor do que a cbf e as federações apresentam os clubes nao conseguem fazer.

    já que o que interesse é o acesso, a serei D virou quatro campeonatos em um. 10 clubes que jogam entre si e disputam uma vaga.
    podia ser como na libertadores: o melhor classificado joga contra o ultimo, o segundo contra o penulti, etc. assim pelo menos teria a chance de dois clubes do mesmo estado ou regiao subirem para a c.

    ResponderExcluir
  8. Acho meio injusto para os times do Sul/Sudeste, pois terá uma vaga apenas entre os 4 para esses. A partir do mata-mata da segunda fase deveria se misturar, ou seja, o primeiro do grupo 1 deveria jogar com segundo do grupo 8, para descentralizar a competição.

    ResponderExcluir
  9. Pois é Diego, o Brusque e o Metropolitano deveriam socilitar isso na FCF e sondar o Juventude (fazer amesma coisa na FGF) para tentar uma alternativa melhor para isso, depois não adianta chorar.

    ResponderExcluir