sábado, 21 de maio de 2011

Priorizando a Copa do Brasil? OK. Mas goleada, aí não!

A partida em Macaé tinha uma grande importância para o Flamengo, que depois da eliminação na Copa do Brasil, precisava dar uma satisfação para o seu torcedor. Tá certo, o adversário era um Avaí que está de olho no jogo contra o Vasco na quarta-feira. Mesmo assim, os 4 a 0 deste sábado trouxeram muita alegria para o torcedor rubro-negro, e de certa forma uma indiferença ao torcedor avaiano. Eu disse "de certa forma". Se fosse 1 a 0, 2 a 1, beleza. Mas quatro a zero, aí não. Dá pra tirar algumas avaliações da partida.

Um Campeonato Brasileiro tão longo vai exigir dos times bancos de reservas que tenham peças de reposição à altura. O Julinho, por exemplo, não vai estar em campo nas 38 partidas. Aí você vê um Romano que não joga nem 50% do titular. E em consequência, o rendimento do time cai. Mesma coisa com Robinho, Maurício Alves... são atletas que, caso Silas necessite, não darão em campo o mesmo resultado. Se a partida de hoje serviu de alguma coisa para o Leão, foi pra isso.

O Flamengo fez 1 a 0 com um rebote de cruzamento, o segundo em uma jogada que Ronaldinho Gaúcho atravessou o campo sem marcação alguma (e se deixar, ele guarda), o terceiro com Thiago Neves, que fez uma bela partida e merecia seu gol e quarto com Diego Maurício, que tocou na saída de Renan. O Avaí teve uma chance claríssima de gol perdida por Rafael Coelho, e nada muito além disso.

Primeira rodada já não dá pra analisar muita coisa. Quando o time não é o titular, menos ainda. Copa do Brasil não é parâmetro, pois a mecânica de confronto e calendário é diferente. Vai levar um pouco mais de tempo pra ver o que o time de Silas poderá aprontar nesse Brasileirão.

Um comentário:

  1. Caso consiga o título, o que ainda acho difícil, esse time finalmente vai poder dizer que está no mesmo nível do Criciuma, Juventude, Santo André e Paulista.

    Eta competiçãozinha babaca essa Copa do Brasil.

    ResponderExcluir