domingo, 19 de junho de 2011

Brusque conquista empate de bom tamanho. Junai e Luiz André vem aí

Considerando que o regulamento da Copa SC não dá título a quem vencer os dois turnos, o negócio do Brusque no returno do torneio é marcar pontos para fazer a decisão em casa. Com o empate conquistado em Itajaí, basta vencer o Concórdia em casa na quarta para chegar aos 16 pontos e conseguir o objetivo.

O jogo desta tarde no Gigantão, que teve Neymar entrando aos 20 minutos de carro dentro da pista de atletismo com o jogo em andamento, foi morno. O Brusque, mesmo desfalcado de cinco titulares, mostrou muito mais técnica que o Marcílio, que saiu na frente com gol de Joelson, após belo passe de Maicon. Em 10 minutos o Bruscão empatou com João Neto (de pé esquerdo). No segundo tempo, o Brusque teve um caminhão de chances claras de gol, mas sem sucesso. Considerando os desfalques, com o banco de reservas repleto de jogadores da base, e também pensando numa recuperação de ânimo após a bordoada tomada em Joinville, foi um bom resultado. É vencer na quarta e esperar o adversário na final.

Notícias de bastidores apuradas com exclusividade pela nossa equipe da Rádio Cidade dão conta que nesta semana serão dois os reforços que estão chegando ao Brusque pra Série D: o primeiro é o meia Junai, de 27 anos, que estava no União São João de Araras. Nunca o vi jogar, mas ele vem super recomendado pelo pessoal da imprensa e profissionais que pude conversar. Ele está passando por recuperação de uma lesão, e passará por uma bateria de testes em Brusque antes de assinar contrato. Caso ele não feche, a diretoria tem um plano B.

Outro que está chegando é velho conhecido nosso: o volante Luiz André, 30 anos, ex-Chapecoense, Criciúma e Joinville. Ele está chegando em um setor que o time está bem representado, mas sua experiência pode ajudar a agregar na Série D. Vamos aguardar.

4 comentários:

  1. joguinho bem fraquinho, ainda mais com esse técnico que não poe dois meias no time, e da-lhe volante. tomara que esse junai seja o meia que falta.

    ResponderExcluir
  2. No jogo de ontem tinha praticamente só um volante (Pereira) no início do jogo. O Simião tem mais característica de meia do que de volante, embora ontem tenha jogado um pouco mais recuado.

    O time estava com dois meias (Marcelinho e Le fazendo o papel de meia) e dois atacantes (Leandrinho e Pantico). Com essa formação, teoricamente ofensiva, o Brusque foi dominado pelo Marcilio no primeiro tempo.

    No segundo tempo, com a entrada do Cícero (volante), o time melhorou muito. O Simião passou a jogar um pouco mais avançado, o Brusque ganhou o meio de campo e dominou o jogo. Todo mundo viu isso.

    Portanto, a critica que o técnico só escala volante não tem fundamento. Pelo menos no jogo de ontem.

    O Brusque hoje não tem 2 meias de criação para escalar, e o técnico tem feito o possível para conseguir montar o time. Claro que com a chegada do Junai deve melhorar.

    ResponderExcluir
  3. Uma das criticas que pode ser feita ao técnico é a não escalação do Tiago Cristiam. Acho que ele tem lugar no time, se não como meia pelo menos na lateral (ou ala) esquerda.

    Ontem poderia ter sido escalado como meia no lugar do Pantico, formando um quarteto Tiago, Marcelinho, Le e Leandrinho.

    ResponderExcluir
  4. rodrigo. da lista de dispensa do avai, algum serviria pro brusque?

    ResponderExcluir