sábado, 11 de junho de 2011

Há de ser mais vibrante, ligado, focado...

Tenho visto nos últimos jogos do Criciúma que o time não vem mostrando em campo o que é no papel. Tem jogador que é rápido, que no campo não passa a terceira marcha. Atacante que não consegue chutar, e uma defesa que erra posicionamento como uma equipe desentrosada. Já estamos na quarta rodada, não há mais desculpa para tanto. Hoje veio a primeira derrota, 2 a 0 para o Vila Nova, que aproveitou dois rápidos ataques para marcar e vencer o jogo.

Edson Gaúcho deu a letra depois do jogo: "o time não pode errar tanto". Foram duas chances claras de gol perdidas, e dois sofridos em circunstâncias bem parecidas. De diferente, aconteceu a estreia de Breitner, que deve ser o titular da equipe, que poderá (repito, poderá, no papel ele tem esse poderio) mudar o panorama do meio-campo tricolor.

Terça-feira tem jogo contra o ASA em casa, onde é mais do que a hora de conquistar o primeiro triunfo dentro do Majestoso e ter tranquilidade para trabalhar. Mas tenho sentido o Criciúma muito "travado" nas últimas partidas. Faltou motivação, vibração e foco no jogo. E isso, se não consertado urgentemente, pode se tornar um problema cada vez maior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário