terça-feira, 21 de junho de 2011

Reforço vem, barca sai

O post bem que podia ser uma continuação do "G4 x Z4" abaixo...

Mas as notícias do meio-dia de Figueirense e Avaí mostram bem o contraste das situações que ambos os clubes vivem. O Figueira apresentou o excelente meia Elias, apelidado pelo Polidoro Junior de "Adilson Heleno Branco", um meia-armador diferenciado, de bom toque de bola, que entra muito bem na necessidade que o alvinegro tem, que é justamente naquele setor de armação. Com contrato assinado por dois anos, vai ajudar muito.

E no outro lado, o Avaí divulgou uma primeira lista de dispensas. Primeira, pois acho que mais gente vai ganhar o queijo. Arthuro, Felipe e Revson, este último até pelo anti-climax criado pelos gols contra, até seriam nomes esperados. George Lucas é um caso a parte: contundido, recuperou-se às custas do clube e quando estava OK, acabou dispensado. Já Emerson Nunes, bom... primeiro há de se ressaltar que o jogador tem história no Avaí, e por mais que não venha a ser usado (o que dá pra questionar, já que contra o Palmeiras andou usando volante improvisado), merecia mais respeito com seu histórico. E além do mais, tem jogadores em situação bem pior, como Gustavo, que só está ali por ser irmão do Marquinhos, mais Robinho, Pará, e por aí vai....


Agora virou moda: para não dispensar os jogadores e pagar-lhes o que é de direito, tem clube usando do expediente de treinar em separado, até que se ache um clube. De certa forma, é uma espécie de pressão psicológica, para que o jogador possa ceder na rescisão contratual e poder voltar a jogar em outro lugar.

Também há de se analisar se existem ou não questões políticas / empresariais na lista de dispensas. Uma  coincidência, que pode ser apenas uma coincidência: nenhum dos dispensados pertence à LA Sports.

Nenhum comentário:

Postar um comentário