quarta-feira, 1 de junho de 2011

Turbilhão de mudanças no Avaí

Uma terça-feira repleta de informações, especulações, boatos...

Começou com a apresentação do Marquinhos no Grêmio, depois de uma entrevista coletiva um tanto quanto pesada no dia anterior. A saída do meia deixa uma lacuna a ser preenchida na posição. Seria Cléverson, campeão estadual com a Chapecoense, o cara? São jogadores de características diferentes, mas as informações que vem do Oeste dão conta que ele vai pegar o Fokker 100 da Avianca só de ida.

Depois, o caso Renan. Os setoristas bancaram, o Avaí não confirmou, o Corinthians negou. Mas ultimamente, a imprensa da capital vem tendo um bom índice de bolas dentro, e as evidências vêm indicando para essa transferência, que coloca o Leão em situação de precisar contratar um goleiro com a máxima urgência. Se o goleiro nascido na simpática São João Batista dará certo em São Paulo, só o tempo dirá, já que ele seria reserva de Julio César num primeiro momento, precisando contar com a sorte ou com a desgraça do titular para ter uma chance em campo. Julinho também é uma opção considerada pelo Timão, mas existem outros nomes na frente.

Os dois primeiros jogos do Brasileirão mostraram a necessidade de reforços que precisam chegar o mais rápido possível. Foram confirmados três hoje: Misael, atacante que fez um bom Brasileiro pelo Ceará, foi emprestado ao Vasco, onde não teve muitas chances; Welton Felipe, um zagueiro grandalhão revelado pelo Atlético-MG que passou pelo seu xará de Goiás e Marcos Paulo, volante revelado na base do clube que estava no Coritiba. Junte-se a eles o zagueiro Dirceu, do Coxa, e Pedro Ken, que foi uma grande promessa no Coritiba, quando fazia dupla com Keirrison e nunca mais apareceu em destaque (aliás, os dois). No Cruzeiro, vinha sendo subaproveitado e foi repassado ao Avaí em boas condições.

Há quem diga que Morais ou Edno podem chegar por causa da negociação com Renan. Edno é bom jogador, e tem o adicional de ser "nativo" do clube, e isso sempre é um ponto a ser considerado.

É muita gente chegando em um time que vai ter que se ajeitar com o andamento das partidas no Campeonato Brasileiro. Não é a situação ideal, mas perante as circunstâncias, essa arrumação terá que ser feita. Muitas novidades chegam a Ressacada em pouco tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário