domingo, 17 de julho de 2011

Brusque foi goleado ao natural

O Brusque tomou quatro do Juventude e poderia muito bem ter sido de mais. Um time que não apresentou nenhuma novidade em relação aos dois jogos anteriores, quando tomou seis gols do Joinville. A estatística aumentou, agora são dez gols tomados em três partidas, e uma desorganização sem tamanho é vista no time, que deveria saber que o vice-campeonato da Copinha não serve de comparação com nada parecido com o Brasileiro. O buraco é bem mais embaixo.

O primeiro gol do Juventude, logo a dois minutos, quando João Neto abandonou a marcação sobre Alex Telles, que cruzou rasteiro para o gol de Zulu, mostrou mais uma vez a fragilidade do Brusque, um time que peca em um fundamento básico de qualquer sistema defensivo: posicionamento. Incrível como uma equipe de futebol não aprende com os seus próprios erros, que já apareceram à exaustão e não são consertados. O segundo gol foi um xerox de um gol sofrido na primeira partida da final da Copinha em Joinville: escanteio mal cobrado a meia-altura que ninguém tira, e que sobrou para Rafael Pereira completar de pé direito. Bisonho.

No terceiro gol, Cristiano de novo passou um buraco no setor esquerdo e fez um gol fácil. E no quarto, um cruzamento rasteiro que Cristiano pôde dominar, pensar, arrumar e tocar pro gol. Atuação deprimente, e uma vitória absolutamente fácil do Juventude.

Claro que a partir desse resultado não há de se fazer terra arrasada, pois faltam sete partidas, sendo quatro em casa e uma vitória contra o Cianorte tranquiliza a situação. Mas é tanta coisa errada no time que não sei se é possível mudar a curto prazo. A Série D é de outro nível, e mesmo com a fraca atuação na reta final da Copinha, quando o time vinha mostrando uma piora depois da saída de Itamar Schulle, não apareceram avanços. Isso que realmente preocupa. Mais uma semana de muita conversa vem aí. Que o papo resulte em atitudes.

11 comentários:

  1. Se a diretoria pensa que numa semana o técnico vai corrigir aquilo que não conseguiu em mais de 40 dias, o ano terminou para o BFC.

    Os erros são sucessivos, de posicionamento, de esquema tático, de escalação, de substituições...
    Tem erro em todas as ações do técnico.

    Exemplos simples. Depois do Wender fazer uma partida espetacular contra o Joinville, evitando uma goleada, e o João Ricardo falhando em todos os jogos, ele resolve colocar o Wender na reserva. Duvido que alguém consiga entender isso.

    Mesmo sabendo que o João Neto está comprometendo em todos os jogos, insiste em colocar o Pereira na lateral esquerda ou na reserva. Depois é abrigado a queimar substituição colocando o Pereira onde ele deveria sair jogando para.

    Em todos os jogos tira o Marcelinho, único jogador de criação do time, e acaba com o time. Mesmo já tendo passado por essa situação várias vezes, continua fazendo essa alteração.

    Todos os erros de posicionamento se repetem a cada jogo. Nas 3 partidas contra o Joinville, tomou 10 gols, e mais 4 contra o Juventude. São 14 gols em 4 jogos.

    Paulo Turra, Nestor Simmionato, Hélio Vieira...Tão bem de escolha de técnico. Tenho certeza que Indião escala e treina melhor do que o Hélio Viera.

    A maioria dos jogadores que foram contratados ou mantidos não serve pra vestir a camisa do Brusque. O Metropolitano com uma folha de pagamento bem menor consegue montar um time melhor.

    João Neto, Edimar, Neguete, Thiago Couto, Vinicius, William, Le, Maicon... Isso sem falar do Tom e cia. Pelo menos 11 jogadores inúteis. De todas as contratações, a única certa foi o Wellinton Simião. Deram azar até nisso.

    A única notícia boa e que pode modificar alguma coisa, e que queremos ouvir amanhã: Hélio Vieria não é mais técnico do Brusque. Com esse técnico, o Brusque vai perder até na renda porque ninguém quer mais ir no campo pra ver sempre os mesmos erros. Faz tempo que perdeu a credibilidade e confiança da torcida, da midia...

    Tá mais do que na hora da diretoria tomar uma medida. Coloca o Indião de interino até conseguir outro. O prejuizo vai ser menor, sem dúvida. E o time vai melhorar apenas escalando de forma correta e fazendo as substituições certas.

    ResponderExcluir
  2. João Neto, Edimar, Neguete, Thiago Couto, Vinicius, William, Le, Maicon, Thiago Cristiam, Tom, Paulinho, Tairon.

    Doze jogadores inúteis, onde nenhum escapa. Mais do que um time completo. Quanto custa manter esses caras?

    Quanto o Hélio Vieria, que é pior do que o Indião ou o Osnildo Kistner, ganha no Brusque?

    Será que o salário que está sendo pago para o Aloisio vale a pena pelo que ele está fazendo?

    O primeiro passo é o técnico. Está mais do que claro. Só isso pode motivar a torcida pra lotar o estádio no próximo jogo. Eu sou um que não vou mais no jogo enquanto o Hélio Vieira for técnico do Brusque.

    ResponderExcluir
  3. Será que os caras da rádio cidade vão falar que foi por causa do "apito amigo"? Falaram isso quando o Brusque também levou quatro do Joinville na partida de ida da final da copinha.

    NOS PENALTIS: PARAGUAI 2 X 0 REDE GLOBO. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  4. o bruscão foi novamente prejudicado pelo o juiz,eu pensei que era só em santa catarina essa perseguição mas no brasileiro tambem,porque tanto odio contra o bruscão?

    ResponderExcluir
  5. e agora diretoria, viram que o helio ta afundando com o time e o projeto do bfc pra 2011? ou vamos esperar mais duas ou tres rodadas?

    ResponderExcluir
  6. Eu tambem sou um que nao vai mais no jogo, e olha que não perdi nenhum no Augusto Bauer, vou escutar a escalaçao antes do jogo se jogar Joao Neto e o Helio Vieira for o tecnico , to fora tambem

    ResponderExcluir
  7. Nós temos um técnico em Brusque chamado Osnildo Kistner. Osnildo montou aquele time de base do BFC que ficou ranqueado entre os 30 melhores do Brasil.

    No ano passado, Osnildo foi convidado pelo Atlético Paranaense para organizar as categorias de base do clube.

    Tenho certeza absoluta que o Osnildo é muito melhor do que o Hélio Vieira, Paulo Turra e Nestor Simionato juntos. Os três não valem a metade do Osnildo.

    Por que não convidar o Osnildo para assumir como interino? Se o trabalho for bom, pode ser efetivado. Podemos ter certeza absoluta que vai fazer um trabalho melhor que o Hélio Vieira, porque pior é impossível.

    Campanha do Hélio Vieira

    7 jogos
    4 derrotas
    1 empate
    2 vitórias (contra Concórdia e Metropolitano, times fraquíssimos)

    Isso é campanha para um clube que quer chegar em algum lugar?

    ResponderExcluir
  8. o joao neto e tao ruim que eu faço uma pergunta,quem escala ele a diretoria ou helio vieira?acorda danilo ,o brusque nunca vai vender esse peladeiro,e fora helio vieira, e outra com o joao ricardo foi titular depois do jogaço do wender contra o jec ,e a mesma situaçao do joao perdidao ,tem o joao sorrissao nos temos o joao perdidao

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Aos amigos da Rádio Cidade ,agora a culpa é do juiz também??????????
    kkkkkkkk

    ResponderExcluir