quarta-feira, 27 de julho de 2011

Conheça a Segundona: Atlético de Ibirama

Começa hoje a edição 2011 da Série "Conheça a Segundona", que este Blog faz em sua quarta edição. Vamos conhecer as novidades dos dez times que brigarão por duas vagas no Campeonato Catarinense 2012. Começamos hoje com um dos rebaixados do ano passado, o Atlético de Ibirama:


CLUBE ATLÉTICO HERMANN AICHINGER
Fundação: 20 de setembro de 1951
Cores: Grená e Branco
Estádio: Hermann Aichinger - 5.000 pessoas
Presidente: Nilo da Silveira
Técnico: Giovani Nunes
Ranking "BdR" 2010: 10o. Lugar
Catarinense 2009: 5o. Lugar (Rebaixado após licenciamento)


O Atlético de Ibirama volta ao futebol envolto em polêmica. Ninguém entendeu muito bem o pedido de licença ao final do Estadual do ano passado, que acabou permitindo que a Chapecoense permanecesse na primeira divisão, para conquistar o título em 2011. Alegando prejuízos com o pay-per-view, a proibição da venda de cerveja e o pouco público no Estádio, o patrono do time, Genésio Ayres Marchetti, resolveu pedir a licença. Eis que o time volta na Divisão Especial, com uma estrutura montada e pronta para brigar pelo retorno à elite. Marchetti também enxerga os cifrões que entrarão no seu bolso em uma eventual venda do atacante Leandro Damião, do Inter, o qual é dono de 30% dos direitos federativos. Ele já avisou: se o jogador for vendido, vai usar o dinheiro para investir na ampliação do estádio e para montar um time forte, com um investimento maior do que já foi feito.

E para comandar essa volta do Atlético ao futebol profissional, vem o nome de Giovani Nunes, 41 anos que além de técnico, é coordenador de todo o futebol do time. Ex-jogador do Brusque, Avaí, Chapecoense entre outros, foi coordenador técnico no Marcílio Dias e auxiliar de Mauro Ovelha por cinco anos, no Marcílio, Metropolitano e no próprio Atlético. Agora como treinador, Giovani busca reerguer um time que, mesmo de uma cidade pequena, sempre pregou peças nos times grandes. Em entrevista ao site Esporte Alto Vale, ele diz que "como torcedor do Atlético, quero dar minha parcela de contribuição, e estou na montagem do grupo".

O elenco é recheado de jogadores conhecidos do futebol catarinense. O Atlético procurou montar o plantel com jogadores que vinham atuando, para dar uma boa condição já na reta inicial da competição. Entre os atletas estão o volante Fabrício, ex-Chapecoense, os atacantes Adriano (ex-Figueirense) e o ex-Chapecoense Rogério (voltando a formar a dupla de ataque vice-campeã do estado em 2005), os zagueiro Vitor Hugo (ex-Imbituba) e Silvio Bido (ex-Chapecoense), o volante Xipote (ex-Brusque) e o goleiro Paulo Sérgio (ex-Joinville). Como se vê, jogadores rodados e conhecidos aqui no Estado.

Conhecendo o modo com o o Atlético Hermann Aichinger trabalha, é de se afirmar que o time é um dos favoritos ao acesso. O discurso de Giovani e de Ayres Marchetti não é diferente. Voltar o quanto antes para a elite é uma questão de honra, para que Ibirama volte a figurar no cenário do futebol catarinense. Do clube eu não duvido nada. Eles vêm com força.

5 comentários:

  1. Honra? Perderam toda ano passado, quando venderam a vaga pra Chapecoense

    ResponderExcluir
  2. Que dó,,,aposto que é torcedor do JED...nada pode ser menor...

    ResponderExcluir
  3. depois de vender a vaga pra chapecoense e fazer o acerto com a federacao,pode apostar que uma vaga e deles...sera beneficiado de algum jeito! tomara que nao aconteca,mais creio que ta tudo certo pro ibirama voltar.mais por eu torço pra que caia pra 3divisao ou que fechem as portas e nao voltem nunca mais...

    ResponderExcluir