quinta-feira, 28 de julho de 2011

A diferença é a gordura

Avaí e Figueirense começam a entrar na perigosa vala comum. A diferença entre os dois é que o alvinegro venceu algumas partidas em casa no início do Campeonato, está na zona intermediária e, por enquanto, não corre riscos. Tem tempo, mas precisa recuperar o fio da meada.


O Avaí perdeu para um Botafogo estrupiado, com o DM cheio e mais 3 suspensos. Altamente preocupante, em se tratando de um time que não faz um bom campeonato, e que teve Caio Júnior salvando a sua pele. Não adianta gastar o dedo escrevendo e indicando problemas de um time que não tem um padrão tático, um time titular definido, uma jogadinha ensaiada que seja, que sobe em bloco pra ver no que vai dar. Mais uma vez, o time não soube administrar quando estava a frente no placar e tomou outra virada. Falta técnico, tática, preparo físico e, principalmente, futebol. E Gallo está durando, hein? Talvez até domingo, no jogo contra o líder Corinthians.

Já o Figueirense mostra números que claramente mostram que o time descarrilou na Série A: são cinco jogos sem vencer e 300 minutos sem fazer um gol, segundo a contabilidade do site Meu Figueira. O Palmeiras foi melhor na partida, ganhou o jogo no detalhe, com o gol chorado de Maurício Ramos. Mas o ataque voltou a mostrar a já recorrente carência de qualidade no "abastecimento" de bolas no meio-campo e passou em branco mais uma vez. Aqui há uma diferença: no início do Campeonato, a coisa funcionava bem. A questão é tentar achar o defeito que fez o trem alvinegro sair do trilho. Se não, vai entrar na briga que o seu rival da Ilha vem travando.

Um comentário:

  1. É preocupante a situação dos dois!
    Abraço
    Igor
    meu blog: http://igoresportes.blogspot.com/ e @blogdoigor05 no twitter

    ResponderExcluir