quinta-feira, 14 de julho de 2011

TJD coloca Guarani de Palhoça na segundona

O Tribunal de Justiça Desportiva fez uma mudança importante na Divisão Especial de SC. O simpático Guarani de Palhoça, time que jogou a primeira divisão até 2008, quando pediu licença, está de volta a segundona. O TJD acolheu o recurso do clube palhocense, que reinvidicava a vaga do Próspera, que pediu licença na semana passada. A FCF havia definido que ninguém ocuparia a vaga do clube de Criciúma, logo, a Especial deste ano teria nove clubes.

Apesar de ter sido uma decisão diferente da proferida ano passado no caso Chapecoense (se fosse seguida a mesma linha, o Videira não seria rebaixado e ocuparia a vaga), abre-se um precedente para que, nas próximas decisões, haja a promoção de um clube no lugar de outro que venha a se licenciar, como tem que ser.

O Caçador mantém esperança de subir. O Porto tem uma dívida de cerca de 50 mil reais com a FCF, e o processo está no TJD, que soltou uma nota essa semana avisando que clubes em débito não entrarão em campo na segunda e terceira divisões. Se o time de Porto União não saldar os seus débitos, o futebol de Caçador pode voltar à segunda divisão.

Um comentário:

  1. afinal, qual o criterio?!!?!!

    ou melhor, não tem criterio nenhum. eles mudam conforme a equipe que querem beneficiar. que seguisse a mesma linha do ano passado como no caso da chapecoense.

    ResponderExcluir