terça-feira, 16 de agosto de 2011

Avaí, uma mãe para os adversários

O Vasco já vinha com problemas para o jogo contra o Avaí. Felipe e Eduardo Costa nem viajam para Floripa, vetados pelo Departamento Médico. E Julinho não poderia atuar, por causa da cláusula contratual que envolveu seu empréstimo. Bom para o Leão, que precisa da vitória e enfrenta um dos melhores times da Série A.

Julinho não poderia, mas vai jogar, generosamente cedido pelo mandante. O Avaí rasgou o contrato de empréstimo, concordado e assinado entre as duas partes e que previa uma cláusula penal. É muito simples, a mesma coisa que tirou Pedro Ken do jogo contra o Cruzeiro.

Ah, mas em contrapartida, o Vasco liberou Caíque para jogar contra o Avaí. Ele nem titular é!

Pergunto como seria se fosse o contrário, se Caíque fosse titular absoluto e Julinho um reserva. Du-vi-do que haveria liberação do Vasco, que pensaria na vantagem técnica para a partida.

A situação já não está boa e o Avaí ainda reforça o adversário. Imperdoável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário