sábado, 27 de agosto de 2011

Brusque venceu, e está vivo

O Brusque está vivo, mas a situação para conseguir a classificação para a próxima fase da Série D permanece complicada. Mas pelo menos o time apresenta melhoras, e dá uma esperança de termos uma equipe mais competitiva.

Aqui em Porto Alegre, o Brusque foi mais time. Conseguiu corrigir antigas falhas de zaga, atuando de forma mais compacta. A dupla de zaga parece que está se entendendo. Fabinho atua postado um pouco mais a frente, e Luiz André corre por todo o meio-campo. O problema está na esquerda, mas não por causa de Neguete, que foi muito bem, inclusive fazendo o gol da vitória. Mas pelo fato de um jogador de ofício não atuar por ali (Pereira estava suspenso, e Vinicius, em má fase, está no banco), as iniciativas de ataque vinham em demasia pela direita, com Thiaguinho. Mais a frente, a não escalação de Marcelinho, fora do jogo com problemas de saúde, acabou derrubando o potencial ofensivo do time, que tinha Kito correndo muito, e Paulinho com o futebol que todos nós conhecemos.

O Cruzeiro jogava fechadinho, tentando alguma coisa no contra-ataque. O gol só saiu no final do jogo, em um bate-rebate após um escanteio, mas a vitória já era merecida há tempo. Destaque positivo para o garoto Fagner, jovem jogador que entrou bem, mostrando personalidade, me parecendo ser uma boa opção para o time no futuro. A vitória veio, não importando o escore. E agora, o time precisa vencer os três jogos que faltam para classificar-se.

Mas para não depender de nenhum resultado, é necessário que o Juventude (só tem mais dois jogos) não vença o Cianorte em Caxias, no próximo final de semana. Desta forma, o Brusque poderá chegar na frente do rival gaúcho. Caso o Ju vença, o Brusque, além de vencer os três jogos que faltam, terá que torcer para o Cianorte não vencer o Cruzeiro, em Porto Alegre.

Sendo realista, as chances de classificação eram remotíssimas. Agora são remotas, mas existem. Mas primeiro, há de se vencer o eliminado Metropolitano em casa, no próximo sábado. Depois vamos ver o que será necessário nas duas rodadas seguintes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário