quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Conheça a Segundona: Caxias

CAXIAS FUTEBOL CLUBE
Fundação: 12 de outubro de 1920
Cores: Branco e Preto
Estádio: Ernesto Schlemm Sobrinho - 4.000 lugares
Presidente: Flávio Fernandes Braga
Técnico: Jeverson Balbino (China)
Ranking "BdR" 2010: 23o. lugar
Catarinense 2010: Campeão da Divisão de Acesso




Vice-campeão catarinense em 2003, num time que tinha Carlos Alberto, Genílson e Aldrovani, o Caxias está de volta a briga por uma vaga na elite, depois de abandonar o futebol em 2006. Montou uma nova estrutura que prometia muito, com o comando do técnico Pingo, e conquistou a Divisão de Acesso sem muitos problemas, emplacando inclusive goleadas de dois dígitos. Mas uma crise abalou o Gualicho, que parecia ser um candidato ao acesso: a informação de que havia um grande atraso de salários provocou a saída de atletas e da comissão técnica. Além do mais, o Estádio Ernesto Schlemm Sobrinho, o velho Ernestão de tantas decisões, carece de liberação dos órgãos de segurança. Se não liberar o seu estádio a tempo, o time deve jogar na Arena, estádio que é público e, logo, tem direito de mandar os seus jogos por lá.

Depois da debandada em massa, o clube passou a tentar arrumar a casa, com os recursos possíveis. Nenhum técnico foi contratado, houve a promoção de Jeverson Balbino, o China, de 31 anos de idade, técnico da equipe júnior do time. A direção da SAC (Sociedade Amigos do Caxias), que vai gerir o futebol do clube, trabalha nos bastidores para quitar os salários atrasados neste mês, inclusive contraindo empréstimos bancários. Tudo para montar um time com um mínimo de qualidade na Divisão Especial.

O clube sagrou-se recentemente campeão estadual de juniores da segundona, e poderá usar boa parte desta base no time de cima. O plantel que vinha sendo montado por Pingo até tinha jogadores de qualidade, como Edson Galvão (ex-Figueirense), Marquinhos Júnior, Darci, Pará e Cabreúva (ex-Juventus). Todos saíram junto com Pingo. Com uma folha de pagamento aproximada de R$ 70 mil mensais, o time montado vai de acordo com o bolso do alvinegro. Jogadores que passaram pelo JEC estão no clube, como o zagueiro André Freitas e o atacante Rafael Carioca, que estava jogando futebol amador no time do Estrela da Praia.

Sem um elenco de qualidade como os favoritos Hercílio Luz e Ibirama, o Caxias prometia muito, mas não deve deixar de ser um coadjuvante nesta divisão especial. É um clube tradicional, que tem uma indigesta rivalidade com o JEC e tenta conseguir seu espaço. Mas sem estrutura (só tem o Estádio, com vários problemas) e sem dinheiro, não há quem faça milagres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário