sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Documento revela: Associação de Clubes exige 12 equipes em 2012

Este blog teve acesso a um documento enviado pela Associação de Clubes de SC à Federação Catarinense de Futebol, assinado pelo presidente João Nilson Zunino.

Nesse documento, a Associação pede para que, a partir de 2012, o Campeonato Catarinense tenha doze clubes. A entidade diz que não há nenhum obstáculo jurídico para que haja essa mudança já no próximo ano, e determina que a FCF baixe medida administrativa confirmando a mudança.

A íntegra do documento está abaixo Clique para ampliar:




6 comentários:

  1. se é pra ser assim, que subam 4 então, chega de virada de mesa!

    ResponderExcluir
  2. O Documento é claro 12 clubes no ano posterior sendo em 12,mantendo-se os atuais 10 e fechando-se com os que subirem da especial!

    O Documento só comprova que os clubes querem mudança e não querem mais ficar na monotonia que está o nosso estadual..Esperamos sim uma decisão sábia de nosso presidente DELFIM que entenderá que 12 é melhor que os 10 e mais chances á quem está la embaixo!

    Estamos acreditando que 2012 CA/imbituba estarão na elite,se assim quiserem!

    ResponderExcluir
  3. Não seria uma virada de mesa sim apenas uma mudança no regulamento original que está ele defasado. 2012 mais clubes é mais chance dos "pequenos"também conseguirem chegar lá na frente. O Documento só prova que os clubes são favoráveis á mudança e que CAC/Imbituba devem permanecer lá na elite para termos um campeonato mais valorizado por todos! Eu já estou na torcida em 2012 novamente teremos os melhores e os maiores times dos estado aqui em nossa cidade!

    ResponderExcluir
  4. Para desespero de uns e outros, que querem um Campeonato Litorâneo ou a liga BR 101! o campeonato com 12 clubes dá a chance do Oeste e Planalto serem representados também na Primeira divisão! Pois a Federação por anos garfou os times dessas regiões, tanto que na metade da década de 90 tinhamos 5 times da região na primeira divisão: Chapecoense, Concórdia, Joaçaba, Inter de Lages e Kindermann de Caçador, de tanto fazer contra esses times, sobrou a Chapecoense. Agora espero um campeonato que realmente represente o nome: Campeonato Catarinense, pois é o único estádo que dá moral só para times de uma região, é só olhar o RS e o PR.
    Virada de Mesa nunca é uma coisa boa, mas é totalmente covarde um time acabar a segundona em meados de Dezembro e ter que montar um time de qualidade em menos de um mês, treinar e contratar um técnico bom que consiga jogar a primeira divisão no mesmo nível dos outros.

    ResponderExcluir
  5. A pergunta que não me sai da cabeça é: seria melhor para a qualidade do futebol a permanência de Imbituba e Concórdia ou a subida de 4 da 2ª divisão? Acho que já tenho a resposta: Tanto faz. Os dois que participarem vão ter que investir para ter um futebol de nível ou vão cair. Tanto faz vindo da segundona ou os que ficaram da 1ª do ano passado.

    ResponderExcluir
  6. Rodrgo, se com 10 já é RUIN imagina com 12?? A cota com 10 já é baixa imagina com 12?? Filantropia no futebol não existe... Com todo respeito ao interior do estado mais são 4 ou 5 cidades que tem condições de ter um Time de Futebol profissional. O resto se a Prefeitura não ajudar não termina o campeonato. Lamentavel, e o torcedor de Fpolis cada vez mais deixa de lado o Delfimzão. A Grande Fpolis gosta mesmo é de Brasileirão e o classico! O resto é resto!!

    ResponderExcluir