terça-feira, 27 de setembro de 2011

A última tentativa de salvação

Voltando um pouco no tempo: na chegada do time do Avaí do Rio de Janeiro, jornalistas que estiveram no aeroporto disseram que viram os jogadores, pela primeira vez, "aceitando o golpe" e apresentando claras faces de desânimo. Todo aquele discurso dos dias anteriores, de reação, do famoso "vamo trabaiá", o boicote à CBN, tudo tinha prazo de validade.

Veio o jogo contra o Grêmio, o boicote inútil terminou com uma notinha chinfrim no site, sem pedido de desculpas nem da emissora, nem do radialista, o que era esperado. Aliás, com o futebolzinho jogado contra o Grêmio, o time não deu possibilidade nenhuma de reverter a teoria da "bagaceira".

Como de nada adiantou e o time perdeu outra, hora de ir para a última tentativa de sobreviver. Hora de repetir a estratégia do ano passado. Circula nas redes sociais avaianas desde ontem a informação de uma mega-redução do preço dos ingressos para a reta final do brasileirão. Vai ser chamada a massa de torcedores, aquela que no ano passado fez a diferença e salvou o time do rebaixamento, de presente pagou ingresso caro no Estadual e que não vinha sendo estimulada a ir para a Ressacada neste ano por causa dos resultados.

Se o raio vai cair duas vezes no mesmo lugar, só saberemos no final do ano. Em se confirmando a reedição da promoção, o clube vai, finalmente, aceitar que está na UTI.

Um comentário:

  1. Olha... se perder para o Bahia, para mim, pode fechar o caixão.

    ResponderExcluir