quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Um fio de chance


Quem diria. Depois de não jogar nada e tomar um banho de bola do Metropolitano, o Brusque vai até Cianorte e arranca uma vitória que dá ao time chances de classificação na última rodada, neste domingo. A conta não é fácil: vencer o Juventude (já classificado e com a primeira colocação garantida), torcer para o Cianorte perder para o Cruzeiro e, nesse meio, descontar uma diferença de 4 gols, para passar o oponente do Paraná nos gols pró. Por exemplo: vitória por 2 a 0 aqui e um 2 a 0 do Cruzeiro lá, ou um 3 a 0 aqui e vitória simples do time de Suca em Porto Alegre basta.

As chances de classificação ainda são mínimas, e tenho um grande pé atrás com esse time, que venceu o Cruzeiro duas vezes e, quando tinha que confirmar a recuperação contra o Metrô, tomou uma surra e perdeu. Aliás, o Brusque foi o único time que conseguiu perder dentro do Sesi no campeonato. A diretoria também não colocou muita fé numa possível classificação: liberou Lê e Alexandre Carvalho para o Novo Hamburgo de Itamar Schulle, e Thiaguinho para o Hercílio Luz de Joceli dos Santos. Todos titulares.

E o jogo deve acontecer mesmo no Augusto Bauer. Uma grande força-tarefa está trabalhando dia e noite por lá, lavando o gramado para retirar o lodo e limpando toda a estrutura. As imagens pós-enchente são fortes (você pode conferir no meu blog) e davam a impressão que nada seria recuperado. Mas segundo o Maurino Cazagrande, tudo estará recuperado a tempo.

E ainda é importante falar que o time não conseguiu treinar a semana toda, pois não encontrava locais em condições para tanto. Nesse aspecto, houve uma grande superação, e as vezes, situações adversas criam uma motivação descomunal em jogos decisivos,  como será esse de domingo. O Brusque não depende só dele, mas tem condições de fazer a sua parte. Se vai classificar é outra história, pois a vaga escapou com cinco pontos perdidos dentro de casa.

2 comentários:

  1. Acompanhei o jogo pela Radio Araguaia (ótima narração do Sérgio Luis, que dá banho nos atuais narradores Claudio Santos e Leandro), e mesmo não assistindo dá para tirar algumas conclusões.

    1> Defesa conseguiu segurar e jogou bem

    O João Vitor não é mau zagueiro. É um zagueiro que falha pouco, em todas as partidas que entrou sempre correspondeu. Não sei porque foi marginalizado pelos técnicos. Sempre achei que estava entre os 2 melhores (ou menos ruins) zagueiros do Brusque.

    Acho que o Thiago Couto falhou demais nesse ano, em todas as competições. Mas tenho que reconhecer que pela narrativa, jogou bem ontem. Parece que o seu jogo melhora quando tem um zagueiro que combina. Parece que Thiago e João Vitor combinam. Se o Thiago jogasse sempre o jogou ontem (repito, pela narrativa), teria lugar no plantel do Brusque.

    2> Domínio do jogo no primeiro tempo: postura e escalação ofensiva

    Time equilibrado, com dois bons volantes, dois meias bem posicionados e dois atacantes bons. Leandrinho e Kito formam um bom ataque. Pela narração, o Brusque poderia ter feito pelo menos mais um ou dois gols no primeiro tempo. Jogou bem, com o Marcelinho distribuindo bem as jogadas. Se não fosse as substituições desastradas do Marcelo no jogo contra o Metropolitano, o Brusque não teria perdido aquela partida.

    3> Sufoco no segundo tempo: time recuou

    No segundfo tempo, o time recuou e tomou sufoco. Não sei porque não manteve a mesma postura do primeiro tempo. Sempre que um time recua para segurar resultado, toma sufoco. O Cianorte só não conseguiu empatar ou virar o jogo por sorte, e porque a defesa jogou muito bem.

    4> Marcelo acertou a escalação

    Dessa vez o Marcelo não fez besteira e deixou o Marcelinho jogar os 90 minutos. O Brusque tem 5 jogadores que são titulares absolutos, e que tem que jogar os 90 minutos:

    1) Pereira
    2) Fabinho
    3) Leandro Leite
    4) Marcelinho
    5) Leandrinho

    Se quiser fazer alguma alteração, mexe nos outros jogadores, mas nunca nesses aí. Esses só devem sair se pedirem para ser substituidos.

    5> Perspectivas

    O Cruzeiro vem crescendo depois que o Suca assumiu. Fez uma boa partida em Caxias do Sul no empate com o Juventude. Ganhou bem do Metropolitano fora de casa. E o Suca afirmou semanas atras que iria ganhar do Cianorte em Porto Alegre. Eu acredito.

    O Brusque ainda não conseguiu jogar bem dentro de casa. Dos 3 jogos que disputou, conseguiu ganhar apenas 1 jogando mal contra o Cruzeiro.

    Mas acredito que o time vai se superar e fazer uma grande partida no domingo. O Juventude vem de sangue doce, já está classificado em primeiro lugar no grupo, independente do resultado. Vai fazer um jogo amistoso.

    Acho a classificação possível. Lembra muito aquela Copa SC de 2008, quando o Brusque dependia de dois resultados para ir para a final e os dois aconteceram.

    Parabéns aos jogadores. Foram guerreiros. Acho que esses que ficaram tem amor a camisa e provaram isso no jogo de ontem.

    ResponderExcluir