sábado, 3 de dezembro de 2011

Chegou o título do JEC

Que festa bonita. Quem não veio, perdeu.

Chegou a vez do JEC dar a volta olímpica na Arena ao conquistar o seu primeiro título nacional após 35 anos de história. E com uma goleada irrepreensível então, nada mais justo.

Na verdade, o jogo serviu para premiar a crescente que o Joinville teve durante o segundo semestre, que começou lá na Copa Santa Catarina, quando a diretoria teve peito para derrubar Giba e trazer Arturzinho, que com muita motivação e inteligência criou um grupo muito coeso, bem postado taticamente e que foi premiado com o acesso por antecedência e o título da Série C com duas vitórias.

O CRB foi completamente envolvido. Já veio a Joinville prejudicado pelos minutos de sono no jogo de ida que lhe custaram uma derrota dificílima de ser revertida. O JEC veio focado, com a estratégia definida de jogar no erro do adversário no início de jogo para coibir qualquer tipo de empolgação do time alagoano, que passou a semana buscando motivação para vencer.

Não adiantou. Lima, o camisa 9, o artilheiro, estava muito bem marcado. Mas Gilton, um garoto questionado por muitos, mas que vejo muita qualidade na ala esquerda, achou espaço num cruzamento para que os trabalhos fossem abertos. Foi o golpe que faltava para que a festa começasse.

E aí foi rolando o segundo tempo, com o CRB apertando e, igualzinho como aconteceu em Maceió no jogo de ida, a expulsão de Marco Antonio derrubou o time de novo. E aí o JEC marcou com Eduardo, depois com Pedro Paulo em belo passe de Ramon e finalmente com Gilton.

Fecha-se com chave de ouro um trabalho competente de Arturzinho, que pegou um time que precisava de algo a mais para buscar o acesso. O título tem grande participação dele, que dedicou o troféu à torcida. Ele não deve permanecer no clube para 2012, mas deixa um legado muito interessante para o próximo ano: além de ter um grupo qualificado (não parecem ser muitas as baixas do elenco), traz também um boom no número de sócios do clube, agregado a novos patrocínios que engordarão o caixa do clube e darão uma condição ainda melhor do time entrar em condição de brigar pelo título catarinense.

Parabéns a torcida do Joinville, campeão da Série C. Um título que traz responsabilidade. Ano que vem, como um campeão nacional e com calendário cheio na Série B, a cobrança vai ser maior. Mas há condições reais do time fazer bonito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário