quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Figueira destrói o fraco Brusque e encaminha o turno

O Figueira não jogou tudo o que sabe, mas foi mais do que suficiente para golear o Brusque, festejar os resultados favoráveis dos outros jogos e assumir a liderança do turno. Pensa numa rodada perfeita. Assim foi essa super-quarta para o alvinegro.

No Scarpelli, um jogo em que o time da casa até que teve algumas dificuldades no início. Sabedor que não tem um time de qualidade na mão, Joceli dos Santos pôs o Brusque a marcar forte, estratégia que até serviu para dificultar o trabalho do time do Figueira como um todo. Mas as vezes, quando o coletivo não vai, o individual resolve. Julio César acertou dois belos chutes e deu a alegria ao torcedor, que já festejava a desgraça avaiana em Joinville. No segundo tempo, com o jogo nas mãos, o Figueirense não perdeu a calma, foi construindo as jogadas, aproveitou as fraquezas do adversário para fazer mais dois. Simples assim. Se o time titular já era ruim, com as substituições a situação do Brusque só piorou. Dá pena de Joceli, que nas suas entrevistas implora por quatro ou cinco jogadores para arrumar o time. A diretoria, em silêncio, não diz nada. E o tempo passa sem que nenhuma boa notícia apareça. É sinal claro de segundona. Isso será aprofundado em outro post na sexta. Aguarde.

Agora, o Figueira precisa vencer o Camboriú para levar o turno sem depender de outros resultados. É bom ressaltar que o jogo não está ganho. Diferentemente de Brusque e Marcílio, o Cambu é um time organizado, com uma linha definida de 3 zagueiros, alas que apoiam e dois meias talentosos. Está longe de ser um pretendente ao título, mas não é uma baba. Jogando no seu apertado estádio, que estará lotado, o Figueirense deverá tomar todas as precauções para não ser surpreendido, se quiser levar o turno.

Já o Joinville mostrou que entrará bem no returno e expôs várias falhas da defensiva do Avaí. Moretto, que era unanimidade no final da Série A passada, já vem sendo fortemente questionado pelas suas falhas, e Mauro Ovelha terá que colocar o time de novo nos trilhos, pois a pancada foi forte na Arena. Em um jogo, o returno foi praticamente para o espaço. Precisará vencer o Metro e torcer por derrotas alvinegras e oestinas. Não é simples.

E lá em Ibirama a Chapecoense empatou em 2 a 2 em um jogo marcado pela atuação de Rodrigo Dalonso. Eu não vi os lances ainda, mas a turma de Chapecó está fula da vida com o que aconteceu. Nada está perdido, mas há de se vencer o Criciúma fora de casa antes de torcer por um empate em Camboriú. Considerando que o Tigre vive nova vida após a vitória em Blumenau, parada complicada.

E o Estadual segue para uma interessante rodada no final de semana. O Figueira, Brusque e Marcílio estão quase lá. O primeiro no título, os dois últimos na segunda divisão.

Assista aos lances da goleada do Figueira, em video feito pelo pessoal do Futebol SC:


Nenhum comentário:

Postar um comentário