quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Joceli chega ao Brusque. Mas ele não é Deus

A permanência de Marcelo Caranhato a frente do Brusque tornou-se insustentável. Nem a conversa da segunda-feira, com a prometida mudança de postura que acabou não aparecendo em Camboriú.

Chega Joceli dos Santos, que na última passagem conquistou a Copa Santa Catarina de 2010 e levou o clube à Copa do Brasil, 18 anos depois. É um nome experiente, que conhece boa parte do time atual e vai agregar bastante. Mas é bom dizer: ele não é Deus e muito menos a solução para os problemas do Brusque.

Mas vejo algumas vantagens. Por exemplo, Cléberson e Felipe Oliveira foram seus jogadores na ótima campanha do Imbituba em 2010, com uma situação financeira bem similar à atual do Brusque. Outra virtude dele é não esconder os problemas, coisa que estava acontecendo lá dentro. Se tem coisa errada, ele fala na lata. Sem contar que vai ajudar muito a inexperiente diretoria atual a tentar colocar o grupo nos eixos, quem sabe indicando novos nomes.

Esqueça classificação: a função de Joceli é ser melhor que o Camboriú e o Marcílio Dias ou ficar a frente de duas equipes, e isso é possível. Mas a situação do Brusque é terrível, e nada como um chacoalhão pra tentar fazer o time render alguma coisa. É essa a tacada que a diretoria aposta. E ela não pode dar errado.

5 comentários:

  1. Realmente foi muito bom ter contratado o Joceli. Mas não esperem que ele faça milagres com um time com tantos jogadores sem qualidade. Tem que mandar alguns embora e contratar outros, urgentemente!!!

    ResponderExcluir
  2. Urgente: Marcelo Caranhato não é mais técnico do Brusque. Joceli dos Santos vem aí. 36 minutes ago

    Parabéns pelo furo Rodrigo. Essa decisão já veio um pouco tarde, deveria ter vindo 2 jogos atrás. Mas em todo caso, acho que ainda está em tempo. Por essa decisão, a diretoria está de parabéns.

    Esse é o primeiro passo e o mais importante para manter o Brusque na elite. Tenho certeza que o Joceli vai trazer pelo menos 2 ou 3 jogadores da sua confiança daquele plantel do Imbituba e/ou Hercilio.

    Esse também é o primeiro passo para montar o time para a Série D. O Joceli não pode fazer milagre com esse plantel, mas acredito que pode ficar na frente do Camboriu e do Marcilio.

    Se o Caranhato continuasse como técnico, domingo não teria mais de 100 torcedores no campo. Tenho certeza que o Joceli pode trazer pelo menos 2.000 torcedores para apoiar o time contra o Marcilio.

    A direção precisa consertar urgente o preço dos ingressos. Sugestão:

    Geral: R$ 10
    Coberta: R$ 20
    Cadeira: R$ 40

    É preciso agora colocar o nome do Joceli na mídia, e carro de auto-falante para convocar a torcida para o jogo de domingo, e avisar a torcida da promoção de ingressos. Boa sorte Bruscão!! Parabéns para todos aqueles que ajudaram a trazer o Joceli.

    ResponderExcluir
  3. Na transmissão do jogo em Camboriú o Xirú fez um comentário dizendo uma frase que muita gente já deve ter escutado da boca de quem não gosta do Brusque: "Ah, é bom mesmo que o time caia para a segunda divisão porque assim fecha de uma vez!" Eu já escutei essa mesma frase de várias pessoas da cidade, principalmente dos mais antigos. Como o Xirú disse, isso não é verdade. O Brusque vai existir ainda por muito tempo, seja na primeira ou segunda divisão. Tem muita gente interessada em que o Brusque continue existindo, principalmente a classe política da cidade, pois é uma maneira de conseguir votos. Todo mundo sabe disso. Ou será que em 1992 o ex-prefeito Ciro Roza investiu tanto dinheiro a ponto de o time ser campeão catarinense simplesmente porque ele adora o Brusque? Depois ele conseguiu a acensão política que ele buscava e esqueceu completamente o Brusque Futebol Clube. Aliás, parece mais um assunto tabu da cidade: ninguém fala quanto que ele investiu no Brusque em 1992. Eu e muita gente com certeza gostaria de saber. O Brusque Futebol Clube só vai acabar no dia em que chegar na cidade alguém com muito dinheiro disposto a criar um novo time, com outro nome e com um novo estádio. Provavelmente isso nunca vai acontecer. Então a cidade tem que apoiar o Brusque pois ele vai existir para sempre. Para quem não gosta do Brusque, seja na primeira ou segunda divisão, serve aquela velha frase do Zagallo: "Vocês vão ter que me engolir!" :)

    ResponderExcluir
  4. Só pensa em classificação quem for doido, o negócio é não ser rebaixado.
    Acredito que o único que pode resolver o problema (desde que contratem alguém) é o Joceli, o cara tem raça, vontade, briga pelo time e com o time, jogar para ganhar, perdido por 1 perdido por 1.000, é exatamente o que estávamos precisando.
    Não podemos cair de jeito nenhum, mas se ocorrer, penso o seguinte, será que a diretoria fica para disputar a segundona ou vão abandonar o barco e deixar o futebol acabar? Por que se for assim não adianta de nada.

    ResponderExcluir
  5. Ontem fiquei surpreso ao abrir minha caixa de correio, na qual tinha um material ( bem elaborado ) evidenciando todas as conquistas da gestão do Danilo frente ao Brusque FC. Louvável, hà de ser aplaudido tudo o que foi feito nesta gestão, só causa estranheza o momento em que isso acontece, justamente quando o Brusque passa pela sua pior fase, pois acompanho o Brusque FC desde 92 e nâo lembro de tamanha crise no decorrer de um campeonato. Caso isso tenha alguma conotação politica acho que foi escolhida a pior estratégia, pois afinal estamos em pleno século 21, e o povo sabe discernir bem as situações, acho que o ideal seria ter dado continuidade ao trabalho, fortalecendo cada vez mais o vinculo com torcida e com a comunidade brusquense. Digo isso porque ouvi várias entrevistas dizendo que vão voltar para o Brusque FC. (acho que é o único grupo no momento capacitado para tocar o futebol profissional na cidade}, só não deveriam ter largado o clube nas mão de pessoas inexperientes no futebol, correndo o risco de jogar fora todo o trabalho de resgate do futebol na cidade. Espero que todos se unam em torno de um só objetivo o BRUSQUE FC E SUA APAIXONADA TORCIDA.

    ResponderExcluir