terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

"Sem mágoas", Márcio Goiano se foi

“No encontro que tivemos nesta manhã discutimos vários assuntos e no final a conversa caminhou para outro lado. Então decidimos de comum acordo que a nossa saída era a melhor atitude no momento para evitar o desgaste do clube”

Essas foram as palavras de Márcio Goiano na sua despedida do Criciúma, hoje pela manhã. Mais uma prova que aquele discurso de "planejamento a longo prazo" que acontece em muitas contratações de treinador, é completamente descartado caso os resultados não apareçam, mesmo no Campeonato Estadual. A frase dita acima por Goiano dá a entender que a incômoda colocação do time na classificação não foi exatamente o motivo determinante. Mas virou passado. Márcio e o clube "rasgaram" o contrato e cada um segue seu caminho, sem multa rescisória.  Vai ficar pendente ainda outra situação que diz respeito ao gerente de futebol, Rodrigo Pastana, que foi indicado pelo próprio Goiano e que assumiu há pouco tempo. Como o empresário Eduardo Uram tem forte influência dentro do clube (e o ex-gerente, Alcides Antunes, era ligado a ele), sua continuidade é colocada em dúvida.

O Criciúma trouxe uma grande leva de jogadores, e ainda não se encontrou depois da 14a. colocação na Série B. Começa-se a repetir a novela do ano passado, quando o elenco foi inchado, e terminou a temporada com a necessidade imediata de um enxugamento. Márcio Goiano assim o fez, praticando uma límpa e trazendo reforços que não resolveram. Aí vai vir um outro treinador que trará mais 4 ou 5, se não der certo vem outro com mais alguns... e assim a vida segue. Com sucessivas trocas no comando técnico e na gerência de futebol, a administração Antenor Angeloni ainda não se encontrou no que diz respeito ao futebol.



3 comentários:

  1. Parabéns ao Márcio pela postura de saber a hora de sair. E parabéns a diretoria do Tigre por pensar o clube a longo prazo. Nós como torcedores ficamos com o coração na mão com os resultados, mas este projeto do Presidente Antenor será muito vitorioso, precisaremos é aprender a esperar.

    ResponderExcluir
  2. Diz o Angelotti que o Pastana ficou assustadíssimo com a arbitragem catarinense.

    Falando em Goiano, saiu de cabeça erguida e pela porta da frente o homem. Não pude deixar de desejar boa sorte a ele no próximo desafio, o Avaí.

    ResponderExcluir
  3. Criciuma: cEMITERIO DE TREINADORES.
    tIME QUE MAIS DEMITE ESSE TI[PO DE PROFISSIONAL.

    ResponderExcluir