sábado, 24 de março de 2012

Só falta a última pá de cal

Tudo dentro do esperado. O Brusque voltou a decepcionar, perdeu para o Ibirama e viu a sua situação e do Marcíio Dias piorarem mais ainda depois da vitória do Camboriú sobre o Avaí, no Robertão. A diferença para o Cambú, que era de 4 e 5 pontos, aumentou para 7 e 8, faltando 12 pontos a disputar. O rebaixamento dos times das duas pontas da Rodovia Antônio Heil é praticamente certo.

E diga-se de passagem, com todo o merecimento.

O Brusque tomou um gol no primeiro minuto e até jogou melhor até conseguir o empate, mais pela desorganização do Ibirama do que por méritos próprios. O time corria, criava sem organização e, obviamente, cansou. Leo Breno fez um pênalti infantil, e Adriano fez dois gols que garantiram a vitória, em um jogo de baixa qualidade.

Não tem como tirar leite de pedra, Joceli não é milagreiro e o time é esse aí, mal concebido desde o início e sem energias nem dinheiro pra se recuperar.

Quando o rebaixamento for oficializado, o Blog fará uma série de posts contando exclusivas de bastidores e tentando explicar o que houve por trás do rebaixamento do Bruscão.

E o Marcílio vai junto, com uma diferença: lá não faltou dinheiro. De time bem cotado a rebaixado, com problemas de elenco e revolta da torcida. Dois times que merecem ir para a segundona.

5 comentários:

  1. SÓ DIGO ASSIM: Os culpados s ão a diretoria. E outra acho que o unico que deve ficar pro Brasileiro é o Joceli para montar o time. Que ai pode ser que vai...se não podemos dar Adeus pra nossa respeitado Brusque e dar oi para o um brusque saco de pancada catarinense, DIRETORIA BURRA

    ResponderExcluir
  2. Espero que o Rodrigo cumpra o que falou no terceiro tempo do jogo em Ibirama: colocar vários posts contando sobre os bastidores do clube e as trapalhadas que levaram o Brusque ao rebaixamento. Dentre os assuntos, acredito que alguns desses aí de baixo serão comentados.

    1) Empresários que não patrocinaram o clube simplesmente porque não foram procurados. Ouvi comentários no terceiro tempo que esses empresários afirmaram isso para o pessoal de esportes da radio Cidade.

    2) Alguns empresários foram visitados em momentos que não podiam atender. E os “diretores” não voltaram. Se sentiram “ofendidos” porque os empresários não puderam receber naquele momento. Quantas vezes o Danilo bateu na porta de empresas e teve que retornar três ou quatro vezes até conseguir o patrocínio?

    3) A Havan ofereceu um patrocínio de R$ 6 MIL para colocar uma placa atrás de cada gol, mas os diretores se sentiram ofendidos. OFERTA DE PATROCÍNIO IRRISÓRIA E RIDÍCULA, mas recusar dinheiro e desprezar uma oferta é mesmo uma grande jogada de marketing. Esses diretores, além de não inspirarem confiança dos empresários, se acham com o rei na barriga.

    4) Jogadores de boa qualidade foram oferecidos ao clube por salário inferior a muitos daqueles que foram contratados. Por que aqueles que não estavam rendendo não foram dispensados NO FINAL DO PRIMEIRO TURNO (OU ANTES) e contratados esses para o seu lugar?

    5) Conseguiram afugentar os torcedores cobrando PREÇOS ABSURDOS PARA OS INGRESSOS. Coisa de principiante acreditar que colocando preços de jogos de Série A do Brasileiro a torcida iria aderir em massa ao programa de sócio torcedor. Coisa de quem não entende nada mesmo.

    6) R$ 25 para geral, R$ 40 para arquibancada coberta e R$ 60 para cadeiras. Quem vai pagar esse dinheiro todo pra ver um time fraquíssimo? Esses malucos colocaram o mesmo preço de ingressos cobrados pelo Vasco em São Januário, Palmeiras, Corinthians, Gremio, Inter e outros clubes grandes do Brasil.

    7) Em vez de contratar o Joceli ou outro técnico experiente desde o início do campeonato, apostaram num técnico totalmente sem currículo e sem experiência.

    8) Quando se viram incompetentes para conseguir patrocínio dos empresários, por que antes de dezembro do ano passado não pediram licença e desistiram de disputar? Seria hora de parar para se organizar, fazer um trabalho de base tanto no plantel quanto na administração e evitar essa VERGONHA DA PIOR CAMPANHA DA HISTÓRIA DO BRUSQUE.

    9) Ingenuidade do “PRESIDENTE”, que falava no início da competição que estava entrando com esse time PARA DISPUTAR O TITULO. E olha que ele falava sério, sem enxergar a limitação do plantel que estava sendo montando.

    10) Formou uma diretoria onde ninguém entende NADA DE FUTEBOL, nem de administração de clube, marketing, finanças. O único que funciona dentro dessa estrutura é o Casão (para certas coisas) e o Indião. O resto é um bando de tontos desorientados.

    11) Chega a dar saudade daquele time do Nazareno. Nunca pensei que fosse acontecer uma coisa dessas.

    E para finalizar, acredito que enquanto Brusque não tiver um estádio decente, o futebol na cidade não vai pra frente.

    ResponderExcluir
  3. Diretora e jogadores tem culpa desse fiasco, mas não vamos isentar Marcelo e Joceli eles tem uma parcela grande tambem por serem retranqueiros e cagões ao jogar em casa sempre com 3 zagueiros ou 3 volantes. Por isso não foi contratado por nenhum clube pro estadual. precisamos de uma reformulação geral, começando pelo tecnico e diretoria

    ResponderExcluir