domingo, 1 de abril de 2012

Empate em clássico pegado. JEC comemora

O retrospecto dizia que o Figueirense deveria levar o clássico. Mas as circunstâncias dos últimos dias, combinando com o fator do confronto entre os dois times, culminou com o empate em 2 a 2, que manteve o Avaí na briga pela classificação no índice e o JEC na liderança do returno. Ao Figueira basta vencer um de dois jogos contra Brusque e Camboriú e o primeiro lugar geral estará assegurado.

A verdade é que o Avaí mostrou uma evolução. Tímida, mas mostrou, principalmente no campo da motivação. Ainda assim apareceram grandes erros na marcação pela direita, onde o potencial de marcação de Arlan era complicado. E o sistema defensivo avaiano, que é um problema crítico, vai precisar de um bom tempo para se ajustar. Uma prova foi no segundo gol do Figueira, onde Robinho, um meia, estava marcando Roni na área, marcando um pênalti. Sem querer discutir o lance, mas era para um zagueiro ou um volante estar ali na jogada.

O Figueirense marcou um gol logo no começo e teve mais dificuldades que o costume para encaixar o seu jogo.  Roni estava bem marcado, e o time não conseguiu jogar como um todo. Os lances de maior perigo vieram nos contra-ataques, quando o meio-campo estava menos congestionado. Mas há de se destacar a vontade avaiana, que acreditou com o placar adverso em 2 a 0 e, sob o comando de Cléber Santana, achou o empate. Sonolento, o Figueira não reagiu. Como disse, ainda há o que melhorar, mas o fato de ter arrancado um ponto no Scarpelli ajuda muito na melhora do ambiente na Ressacada. Hemerson Maria terá uma semana para a próxima decisão. Já o Figueira terá dois compromissos mais fáceis, tendo apenas que garantir uma eventual decisão em casa, além de recuperar seus jogadores.

Quem comemorou foi o JEC. Na Arena, o time teve mais volume de jogo que o Criciúma, venceu por 3 a 0 e é o novo líder do returno. Garante o troféu se vencer o Avaí na Ressacada (na última rodada pega o rebaixado Brusque em casa), entrando em excelente condição na reta final. Mas é importante observar, além do JEC, a Chapecoense: os dois times vem crescendo sensivelmente nos últimos jogos, e vão encaminhando sua vaga na próxima fase. Ao meu ver, Tigre e Avaí brigarão pela vaga derradeira. A tabela reserva jogões pela frente: no domingo de Páscoa tem Avaí x JEC e Criciúma x Metrô, e na última rodada o Avaí vai a Blumenau e o Tigre, a Chapecó.

Também esquenta a briga pela vaga na Série D. No último minuto, o Atlético venceu o Camboriú e diminuiu a diferença para o time de Blumenau para dois pontos com uma tabela, em tese, mais fácil, pegando o rebaixado Marcílio em casa na última rodada. Negócio tá ficando bom.

4 comentários:

  1. Rodrigo, discordo do seu comentário. Se o Jec perder para o Avaí na ressacada, pode ficar sem a vaga: o figueira deve ganhar as próximas duas, e nessas situação seria campeão do returno. O criciúma ganhando do Metro em casa (resultado normal) joga o Jec pra quinto. se o Criciuma ganhar em chapecó e o Avai em Blumenau...By by Jec.

    ResponderExcluir
  2. tudo em aberto, inclusve o returno.

    mas como vc falou Rodrigo, se o JEC ganha do avai praticamente ganha o returno, mas se isso acontecer e o Criciuma ganhar do metro, o avai ja ta fora e o tigre classifica, se o avai ganhar ou der empate ai o returno fica em aberto e a classificação geral tambem.

    ResponderExcluir
  3. ... E o sistema defensivo avaiano, que é um problema crítico, vai precisar de um bom tempo para se ajustar...
    Prezado Rodrigo, o Avaí é a defesa menos vazada da competição ou quase isso, a zaga não é ruim assim meu caro. Estas vendo só VT do jogo do Avaí né? Estamos na luta, começamos tardiamente é verdade, mais estamos...

    ResponderExcluir