domingo, 29 de abril de 2012

Figueira faz jus à melhor campanha

O Figueirense está na final com o melhor retrospecto do Estadual, batendo o Joinville em casa. Jogo polêmico? Atuação da arbitragem? Pode ser, mas devolvo com outra pergunta: o JEC jogou isso tudo para merecer a vitória? Isso pode responder muita coisa.

Penso que o Joinville perdeu a classificação no jogo de ida, quando o seu ataque ficou retraído, sem poderio, quieto, e sua defesa tomou um gol do Figueira com um jogador a mais em campo. No Scarpelli, com torcida contrária, Argel não trouxe nenhum ingrediente a mais para conseguir virar o panorama. Tomou o 1 a 0 em um contra-ataque em que três defensores ficaram parados na intermediária. Badé estava completamente fora da partida, abrindo o canal para o alvinegro descarregar as suas jogadas. E no segundo tempo, o Figueira controlou. Perdeu a chance de ampliar o placar, e deixou o JEC empatar. Mas com o desespero tricolor e com mais gente em campo, acabou lacrando o caixão. Argel fez o seu show para tentar pressionar, sem sucesso.

Duas reflexões: primeiro, o árbitro, Bráulio Machado. Claramente, ele sentiu a pressão de ser escalado há 10 dias, sabendo que ia ter que descascar o abacaxi. Não marcou pênalti de Jackson no primeiro tempo, e não teve pulso para administrar a reação de Argel que, segundo ele, teria sido expulso por um diretor da Federação. Ficou lá no meio, observando tudo e sem colocar ordem na situação. Ele se mostrou perdido em muitos lances, usando um critério confuso na marcação de faltas.

Outro ponto é o time do JEC. Acabado o jogo, já tinha gente falando em grande reestruturação, dispensas no time. Calma. A base dessa equipe foi campeã da Série C não fazem cinco meses, e é um time de qualidade. Acontece que esbarrou em circunstâncias de jogo, na lesão de Lima e, principalmente, na qualidade do Figueirense. O que era pra ser feito, tinha que ser feito na Arena.

O Figueirense vai à decisão contra o Avaí em duas partidas, decisão que não acontece desde 1999. O Blog vai ampliar a análise durante a semana, mas teremos um jogo de opostos: a qualidade técnica com a melhor campanha contra um time que não é o primor de disposição tática, mas tem uma motivação muito maior, aliada ao fato dos jogos serem contra o arqui-rival.

Espero estar nas finais pra ver esse momento histórico.

4 comentários:

  1. Puts não acredito que o argel fez barraco. Ele tem que saber que o JEC não tem essa caracteristica de time marrento.
    Embora o Juiz errou muito. Faltou mesmo foi competencia.
    Saudações tricolores.

    ResponderExcluir
  2. me desculpa mas parei com o teu blog, existe sempre uma super análise meticulosa de arbitragem quando supostamente o Figueira é o favorecido. Não vi ninguém digo ninguém mesmo falar por exemplo do Gol em Impedimento do Patric do Avai ontem e de um suposto penalty no último lance em Chapecó(embora na minha opinião a Chapecoense ontem não mereceu melhor resultado pelo futebol apresentado).
    APOSTO QUE NESSA FINAL O CHORORO VAI COMER SOLTO CASO O FIGUEIRA VENÇA VÃO INVENTAR ESSA DESCULPA DE ARBITRAGEM.
    É triste essa crônica catarinense...achei que vc escapava dessa ledo engano.

    ResponderExcluir
  3. Não tiro os méritos do figay, REPITO, Não tiro os méritos do figay em chegar na final e até de ser o campeão...mas, com certeza, tiveram ajuda do apito amigo durante todo o campeonato, para provar basta ver as fitas....não sei dizer com certeza se foram "manobras" ou somente erros de arbitragem mesmo, mas que isso aconteceu é FATO! Porém, nada disto é novidade para nós do interior, pois já estamos acostumados a ver o apito amigo ajudar os times da capital, sem falar na imprensa ditatorial e parcial da capital, e tbém da PM, que prenderam a torcida do JEC pra chegarem atrasados ao estádio, aqui em Jlle foram muito bem recebidos! Sonhamos com o fim de todo este circo em prol dos times da capital, arbitragem, imprensa, PM, TJD etc...Quem sabe ano que vem poderemos ver mais igualdade e imparcialidade, daí, poderemos dizer que está tudo justo! Nem pra um lado e nem pro outro! De qualquer forma, REPITO, não tiro os méritos do figay neste estadual, apenas relatei FATOS que podem ser facilmente comprovados!

    ResponderExcluir
  4. Sandro oq vc coloca como "FATO" é algo totalmente Subjetivo como exemplo tu desves achar que o lance no Coutinho no Segundo tempo na arena não foi penalty na minha opinião aquilo foi um absurdo mas ninguem fico de mimimiimi. Outra coisa já fui ao Ernestão e a Arena e digo NUNCA repito NUNCA fomos bem recebidos nem pela policia muito menos pelos torcedores e desta vez não foi diferente pedrada em onibûs e tudo mais, olha qque já fui para muito lugar com o Figueira agora em Joiville não tem igual, parecem uns selvagem (acho que é recalque só pode ser).
    E isso é o Torcedor normal não to falando de torcida organizada,deve ser por que a torcida do JEC bota ninguem fora de casa desde a decada de 80 dai esqueceram como é que sair de viajar para ver seu time de coração.

    ResponderExcluir