sexta-feira, 11 de maio de 2012

Boa sorte para Bezerra

Ele venceu a desconfiança daqueles que tinham o fantasma de 1999 na cabeça, e respondeu no campo, tomando controle da primeira decisão, passando com total tranquilidade e levantando a possibilidade de também ser escalado para a segunda final, o que nem a FCF fazia muita força para acontecer.

Mas diante do que aconteceu, de um pouco de medo de lançar Bráulio Machado na final e tendo que colocar alguém no sorteio com Célio Amorim, a Federação deu mais uma chance para PH Bezerra, e sua bola caiu. Ele apita a final.

Boa sorte para ele, e que faça um trabalho tão bom quanto no jogo de ida. Ele já está encaminhando o final de sua carreira, então, não quer sair pela porta dos fundos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário