domingo, 27 de maio de 2012

Há tempo para o Figueira se arrumar. Bom empate no RJ

Empate fora de casa contra o Fluminense é ruim? Claro que não. E empatar com um time que tem um jogador a menos desde o primeiro tempo? Isso também não. Mas com os problemas que o Figueirense mostrou no Rio, coisas que precisam ser arrumadas, não dá pra desprezar o ponto conquistado. Mas que dava pra vencer, ah dava...

Argel colocou três volantes em campo para enfrentar o desfalcado Flu, cheio de jovens jogadores. É uma das suas características nos times onde passou usar um desses volantes para carregar a bola até o ataque. Toró seria o encarregado. Seria, não foi.

Aí que apareceu o problema: sem saída de bola, o Fluminense apertou e fez 1 a 0. O tricolor percebeu que pressionar a linha de zaga adversária seria a pista. A sorte foi a expulsão de Wallace ainda no primeiro tempo. Isso fez o Flu segurar a barra. No segundo tempo, com a entrada de Fernandes no lugar de Toró, a tendência era de melhora. E até melhorou, ainda que o time sofra muito ainda da qualidade no início das jogadas e, principalmente, na marcação.

Não é de hoje que nota-se um problema crítico nas laterais do alvinegro. Principalmente na direita, com Pablo. Me parece que o time não está confiando no seu lateral-direito. Aí Canuto saiu na cobertura, o buraco apareceu, e o Flu fez o segundo.

Pablo fez o seu, é verdade, contando com um desvio providencial do zagueiro tricolor. Por isso que, diante de tantos problemas de um esquema tático que ainda procura a sua cara, o empate não pode ser desprezado. Argel terá dez dias até o jogo contra o Corinthians, para escolher de uma vez por todas a forma de jogo do seu time, colocar em campo os reforços (Anderson Conceição não pode ficar de fora, joga mais que Sandro ou Canuto) e pedir reforços que são necessários, principalmente nas laterais. O jogo de hoje foi um aviso, contra um adversário que estava sem seus titulares. Mais pra frente, essa "moleza" não existirá. Há tempo pra arrumar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário