quarta-feira, 6 de junho de 2012

JEC foi gelado em campo, mas venceu o ASA

Paulo Caetano / Gazeta de Joinville
Primeiramente, há de se destacar o público que foi à Arena Joinville numa fria noite de terça: mais de sete mil pessoas encararam o vento gelado para ver o JEC enfrentar o chato time do ASA. Pena que o clima frio também tenha congelado o time da casa que não mostrou a vibração de outras partidas. Mas não tem tanto problema, já que o chute chorado de Tiago Real desviou em Alex e foi para a rede. Terceira vitória seguida e uma arrancada importante.

Um campeonato tão longo tem disso: todos os times terão maus dias. Hoje o JEC não mostrou nem um pouco do foco e motivação da partida da Ressacada. O ASA deixou sua proposta: montado com uma linha de 3 zagueiros e dois volantes, veio pra jogar fechadinho, tentando achar alguma coisa na frente e arrancar um ponto. Some-se a isso uma marcação que não deixou Eduardo jogar e Lima teve muitas dificuldades. Mas há de se aprender com mais essa dificuldade. Virão outros times que jogarão fechados, ainda mais se o jogo for dentro de Joinville

Depois de um primeiro tempo ruim, o segundo melhorou um pouco. Leandro Campos achou as pequenas trilhas para o gol e passou a explorar esses caminhos. Não foi o suficiente para o abafa, mas ajudou a criar chances. A expulsão do zagueiro do ASA ajudou bastante, abriu um pouco mais de espaço, e Tiago Real, logo ele, que não havia marcado gol algum em dois anos no clube, contou com o desvio de Alex para ir pra galera.

O time pode fechar a rodada no G4 e terá mais um jogo em casa, contra o Ceará, que não tem a mesma postura de jogo. Série B tem disso: más noites podem acontecer, o que não pode ocorrer é perder ponto dentro de casa. Dessa vez, a sorte sorriu para o Joinville. Haverá tempo para Leandro corrigir algumas coisas, principalmente situações de adversários retrancados, e ver como armar a zaga sem Maurício, que arrumou a cozinha lá atrás, que está suspenso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário