terça-feira, 19 de junho de 2012

Marcílio desiste da Série D. Amador é pouco.

Presidente alega que dinheiro não é problema - entrevista do presidente Abelardo Lunardelli ao FutebolSC em 3 de maio.

O Marcílio Dias, rebaixado merecidamente para a segunda divisão de Santa Catarina, conseguiu fazer uma lambança maior que o Brusque, dono da vaga na Série D e que acabou desistindo depois de um ano para esquecer, com trapalhada em cima de trapalhada da sua diretoria.

Hoje, a diretoria marcilista anunciou que o clube, que gastou um monte pela vaga (não está provado que houve compra, mas tudo indica pra isso), contratou técnico, jogadores, fez jogos amistosos e tudo, abandona o Brasileirão logo agora que a disputa vai começar. O time estrearia na segunda rodada, contra o Cerâmica.

E de quebra, vai abrir um rombo considerável no caixa, ao ter que pagar todas as rescisões e despesas sem disputar sequer um jogo oficial. Só voltará no ano que vem, quando terá que ir de mãos dadas com o vizinho Brusque disputar a segunda divisão. O Concórdia, herdeiro da vaga, já declarou que não aceita disputar. Seria loucura mesmo.

As duas pontas da Rodovia Antonio Heil, a Rodovia Segundona, se merecem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário