domingo, 26 de agosto de 2012

Roupa limpa pra começar o returno

O título se refere à lavação de roupa suja que presenciamos, via imprensa, todos os dias no Figueirense. Hoje, foi Chico Lins que, com voz de quem está muito incomodado, disse que estava chegando no seu limite e que há fatores internos que impedem a solução de problemas. Os próprios jogadores do clube estão se mobilizando para deixar a roupa limpa. Os líderes do grupo são favoráveis à volta de Márcio Goiano e mostraram contra o Coritiba uma outra motivação sob o comando de Abel Ribeiro.

Metade do campeonato se foi. Agora é entrar na segunda parte estufando o peito e tentar, tijolo por tijolo, pavimentar a estrada pra escapar da má situação. Foi um jogo de boa atuação. Não dá pra dizer que Abel encontrou a fórmula mágica, longe disso. O segredo de uma recuperação é a boa sequencia.
Mas a vitória tem um efeito psicológico enorme.

Um time mais solto, mais leve, com boas e surpreendentes jogadas pelas criticadas e surradas laterais. Elsinho atuou muito bem pela direita, dando um sinal de "temos agora um lateral". E foi o jogo do Aloisio, que fez três, pediu música pro Fantástico e espanta, pelo menos por enquanto, a decepcão que o torcedor tinha sobre ele. O meio-campo, com Fernandes, ganhou muito em toque de bola, que fez as chances ofensivas aumentarem.

O time venceu e convenceu, essa é a ótima notícia.

Mas a próxima semana reserva mais capítulos na tensa novela dos bastidores alvinegros. Chico Lins já disse que Abel é interino e que Márcio Goiano é o cara. Márcio, pelo que apurei, quer contrato até o fim de 2013 para não ser tratado como um "remédio" para conter a ira da torcida por algumas rodadas, e sem contar que a própria Alliance é um outro obstáculo para que a contratação seja selada.

Mas o time tem que deixar isso do lado de fora do campo. Abel e o grupo procuraram se fechar e a mudança de atitude foi evidente. Veremos o resultado disso na contra-prova, que é no jogo contra o Náutico na quarta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário