terça-feira, 4 de setembro de 2012

Avaí e JEC pecam, Tigre traz um bom pontinho da Bahia

Nessa rodada catarinense da B com três jogos simultâneos, não dá pra ver nenhum com profundidade. Mas dá pra tirar conclusões.

Manoel Bento / Avaí FC
O Avaí tinha a obrigação de vencer, era o único que jogou em casa. Saiu atrás (de novo) no placar e conseguiu virar no primeiro tempo. Até aí, tudo estava sob controle, até tomar o empate e perder chance em cima de chance de gol. O final da partida foi, praticamente, um jogo de meia linha. Dois pontos desperdiçados na Ressacada e algumas feridas expostas lá no jogo do São Caetano foram relembradas. Lembra da grande esperança que se depositava sobre o Ricardo Jesus? Caiu na vala comum, não deu a qualidade extra que o time precisa. Com isso, o Avaí mostra que passa bem longe de ser um candidato ao rebaixamento mas, infelizmente, ainda não tem o "plus" de quem quer brigar pau a pau pelo acesso. Cléber Santana é excepcional, mas não pode jogar sozinho.

Futura Press
O Joinville perdeu pra ele mesmo em Campinas. Diz aquele velho ditado que "o medo de perder tira a vontade de ganhar". Ricardinho fez o gol no início da partida, e o JEC partiu pra tática de controlar o jogo, o que é deveras temeroso. O Guarani foi martelando, martelando e o time de Leandro Campos ia se virando. Mas quando Lima teve, lá na frente, as chancse de fazer o segundo para matar a partida, acabou falhando. E na outra máxima do "quem não faz toma" saiu a virada do Guarani que custou um lugar no G4. Seria esse "apagão" do Lima um efeito da proposta do exterior? Tomara que não. Certo é que ele está sendo questionadíssimo pela torcida, tomou o terceiro amarelo e não enfrenta o Avaí, no sábado. Aliás, os resultados tornaram o clássico da Arena uma decisão. Para o Joinville não desgarrar da parte de cima e para o Avaí tentar mais uma vez arrancar. Promete ser um bom jogo.

Futura Press
Já o Criciúma jogou muito contra o Vitória. Aliás, foi um jogão. Com oportunidades, chutes, jogadas rápidas de dois times que entraram pra vencer. No confronto dos dois times que comandam, com boa distância, a Série B, o empate foi justo. Jogo de nível Série A. Lucca fez uma baita partida, Comelli teve uma boa proposta e o Tigre segue seu caminho para o acesso. Mais um ponto fora de casa a ser contabilizado, e que somando aos 100% em casa vão se transformar em subida. E tem mais jogo complicado por aí, com o América-MG visitando o Heriberto Hulse no sábado. Com a gordura sendo mantida rodada a rodada, a situação parece estar sob controle.

Nenhum comentário:

Postar um comentário