quarta-feira, 12 de setembro de 2012

SuperhipermegaCléberdependência

Você sabe que o time tem um craque. Sem ele, o time não joga a contento. Quando está suspenso é um problemão, e quando se machuca é um terror. Ainda mais quando ele entra em campo no dia anterior e resolve a parada.

Assim é a Cléberdependência avaiana. Foi assim com o Ipatinga onde ele, mais uma vez, decidiu o jogo com dois gols. Saiu sentindo dores, e quando surgiu a informação de uma possível gravidade da lesão, as redes sociais avaianas se agitaram. Dentro da ideia do time retornar à Série A neste ano, o time precisa contar com Cléber inteiro em todos os jogos. Por mais que Hémerson Maria já tenha dito o contrário, o retrato do time em campo é beeeem claro: o time depende excessivamente do brilho e do talento do camisa 10, principalmente por causa da ineficiência do ataque, onde nenhum chama a responsabilidade e diz "eu resolvo". Dependência total dele.

E aí o time, que precisa conquistar o maior número de pontos possível (hoje está seis pontos do G4 e jogando menos que, por exemplo, Goiás e Atlético-PR), não terá Cléber contra o América-MG, que vem de goleada em Criciúma. Vamos ver se a teoria Hemersonmarística de que o time não depende dele faz valer. Eu digo que não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário