quarta-feira, 13 de março de 2013

Juventus: o último que sair apague a luz

Após ameaçar desistir do estadual e voltar atrás diante de algumas promessas de patrocínio, a crítica situação financeira do Juventus agora começa a mostrar os seus efeitos. Todos os jogadores estão liberados para procurar outro clube. Sem receber salários e com o passe valorizado depois da boa campanha no primeiro turno, vários já arrumaram outro emprego.

A diretoria do moleque travesso jogou suas fichas em um repasse a ser aprovado pela Câmara de Vereadores local para que a temporada fosse salva. A estratégia: aprovar no legislativo municipal, a toque de caixa, um repasse para a Liga Jaraguaense de Futebol (que é presidida por Jerri Luft, o mandatário do Juventus), que repassaria o dinheiro para o clube. A Liga possui todas as certidões negativas necessárias para receber verba pública. Tal tática gera muita polêmica: há quem diga lá em Jaraguá que isso é ilegal.

O mais importante nisso tudo é que o dinheiro não veio, e os principais jogadores já estão indo embora: Giso, o melhor jogador do time, foi para o Brasiliense; o zagueiro Peixoto rumou para o Novo Hamburgo, enquanto o meia Cícero vai jogar no Toledo-PR e o zagueiro Charles, ex-Joinville revelado no time amador da Tupy, vai para o Fortaleza após a rodada do final de semana.

O time vai sendo desmontado e o técnico Pingo não sabe quem escalará no final de semana. No comando do Juventus, fez seu trabalho aparecer e já tem seu nome lembrado em outros clubes. O presidente dará um pronunciamento no domingo sobre a situação do clube e o desmanche que está acontecendo. Não sei se haverá desistência, já que as sanções do tribunal são severas. Dá pra colocar a garotada dos juniores para cumprir tabela.

Pena que um time que jogava tão bem acabe dessa forma.

Atualização das 09:40 de quinta: Segundo o site Avante!, o Sport Clube Jaraguá, clube da terceira divisão do estadual, acenou com a possibilidade de emprestar alguns jogadores para que o Juventus encerre o campeonato.


Um comentário:

  1. "Não sei se haverá desistência, já que as sanções do tribunal são severas."

    Pede licença, igual o Atlético de Ibirama fez em 2010. Principalmente se um grande estiver em risco de rebaixamento.

    ResponderExcluir