sexta-feira, 8 de março de 2013

O Tigre, sob o comando de Vadão

Dentro das opções disponíveis, que se encaixam no perfil e no orçamento do Criciúma, Osvaldo Alvarez, o Vadão, foi o escolhido para o lugar de Paulo Comelli.

O criador do "Carrossel Caipira" dos anos 90 e que saiu do Sport, curiosamente, perdendo apenas um jogo no Pernambucano.

Não tenho opinião formada se vai ser bom ou ruim. Ele tem experiência, conhece bem o mercado e é homem de confiança de Cícero Souza, novo executivo de futebol do clube. Melhor esperar ele trabalhar. 

Claramente dá pra notar que o clube vai usar o Estadual para focar na Série A. Se não conseguir classificar entre os quatro semifinalistas, o time terá um mês inteiro de pré-temporada, o que, convenhamos, nenhum treinador vai reclamar.

Mas sem dúvida, a escolha tricolor foi "de segurança", sem querer correr riscos com nomes novos, que se encaixam no orçamento, mas sem a rodagem necessária.

Vadão veio pelo currículo. Uma contratação com risco calculado. Trabalhou em muitos times do nível do Tigre Série A. Que traga bons resultados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário