sábado, 4 de maio de 2013

Um erro fatal, e Tigre na final

Portal Engeplus
O Criciúma está de volta à decisão do Campeonato Catarinense, em um jogo decidido em um lance esdrúxulo aos três minutos de jogo. Tudo o que foi desenhado durante a semana para o jogo de volta, onde o Leão tinha a vantagem do empate, acabou num erro de Marquinhos, que acabou com um gol de Tartá que deveria ser assinalado como contra de Arlan.

O Tigre teve muita vontade, mas faltou qualidade no ataque e perdeu várias chances de tornar o final menos dramático. O Avaí não jogou. Se assustou, tomou uma pressão enorme e só conseguiu crescer no segundo tempo, quando Vadão abriu mão de pressionar e resolveu segurar o resultado montando uma linha de volantes. Com a chance nas mãos, o time azul não se organizou. E quem deveria brilhar, quem era o cara pra decidir, não decidiu. Na hora H, Marquinhos não apareceu. Higor, que poderia ser o "plano B", sumiu em campo e foi sacado por Ricardinho para a entrada de Tauã.

Prevaleceu a vantagem da melhor campanha do Criciúma, um time que engatou um crescimento na reta fina do campeonato, ainda que não tenha mostrado hoje a eficiência de outras jornadas. O esforçado Lins correu como nunca, mas não conseguiu marcar. Chocado com o gol sofrido em um erro crasso, a discutida defesa avaiana dava muito espaço no contra-ataque. Os dois últimos jogos servirão de uma grande análise do que o Avaí quer e precisa no Brasileirão. Não dá pra depender de um só jogador, ficar sem qualidade nem opções nas alas e ter uma defesa frágil.

Parabéns ao Tigre que chega com justiça à final. Efeito de uma reestruturação feita no meio do Campeonato que poderia dar certo a curto ou a longo prazo, com a continuidade no Estadual ou uma pré-temporada forçada até a Série A. O resultado está vindo de forma rápida.

Agora o time terá que se preparar para a decisão, que independente do adversário vai acontecer fora de casa. O melhor ataque do campeonato terá que aparecer já na primeira partida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário