domingo, 2 de junho de 2013

Início de Série "B", de "Barriga Verde"

Chamou a atenção do Brasil a classificação final da terceira rodada da Série B. Os quatro times catarinenses ocupando as primeiras colocações na zona de acesso. Algo inédito, sem dúvida. Ainda que faltem 35 rodadas pela frente, e com confrontos diretos nas duas próximas (Figueira x Chapecoense terça e Avaí x Joinville sexta), que dificilmente manterão esta situação, sem dúvida é um fato espetacular, que povoa os noticiários e traz ares bem legais para o Estado.

Estão na frente o Figueirense que ganhou um novo ânimo com Rafael Costa, a Chapecoense que marcou sete pontos sem fazer nenhum jogo em casa, o Avaí de novo poderio com Cléber Santana, e o Joinville, ainda que não tenha mostrado o melhor jogo como visitante, tem jogado solto e de forma convincente dentro da Arena.

Ainda que seja muito cedo pra dizer quem vai subir, até pelo fato de fortes concorrentes virem atrás, dá pra cravar com certeza que nenhum vai entrar em briga pra cair pra Série C. Todos tem time para estar na metade de cima da tabela. Se vão conseguir o acesso lá em novembro, isso é outra história.

Também circula nas redes sociais a inevitável comparação com o Campeonato Catarinense, que durante anos não vem sendo parâmetro para análise de forças para o Brasileiro. Não é que o Chevetão seja de alto nível. A comparação é em outro patamar. Penso que o estadual serviu para detectar as fraquezas de cada time, que aí puderam concentrar suas forças em reforçar os setores carentes. Daí você vê o Figueirense resolvendo, pelo menos por ora, o criticado setor de ataque, o Avaí trazendo um companheiro para Marquinhos, a Chapecoense reforçando o elenco com a possibilidade de um orçamento maior e o JEC trazendo jogadores experientes para a armação e nova vida para o ataque, de tantos problemas no começo do ano.

Ainda falta muita coisa pra rolar, mas sem dúvida os quatro catarinenses serão mais respeitados pelos seus adversários, e isso muda, pra muito time, a forma de jogar. E aproveitando a boa fase, somando pontos nas rodadas iniciais, cria-se um bom diferencial lá pra frente.

Não é momento para euforia, mas sem dúvida é sensacional ver um G4 todo barriga verde.

E terça-feira tem duelo de líderes no Scarpelli, entre Figueirense x Chapecoense. Promete ser um jogão, de um time com um atacante inspirado contra o visitante que mais aprontou no campeonato.


Nenhum comentário:

Postar um comentário