quinta-feira, 11 de julho de 2013

JEC x Chapecoense: jogo para balançar a Arena

O encontro dos líderes da Série B promete agitar a provavelmente lotada Arena Joinville neste sábado. Ao mesmo tempo que é mais um teste para a até agora imbatível Chapecoense, é um jogo que o JEC enfrenta a pressão de mostrar uma reação depois da derrota em casa para o Sport. Vai ser um jogão.

Gilmar Dal Pozzo deu uma declaração bem interessante nesta semana, que mostra como ele está "pé no chão" com a campanha verde até agora. Dos clubes que estão na parte de cima da tabela, a Chape enfrentou apenas o Figueirense. Isso diminui a campanha verde? Não. Mas mostra que o time vai precisar se manter por cima, e acompanhar o crescimento dos outros times durante o campeonato, além de não perder pontos contra a turma lá de baixo, coisa que vai indo muito bem até agora. Jogar dentro ou fora de casa é indiferente para o time, e esse é outro ponto importante.

No JEC, que perdeu para o Sport depois de errar muito (principalmente cruzamentos), o presidente Nereu Martinelli cobrou publicamente uma reação. Chegou a dizer que a Chapecoense iria pagar o pato no sábado. Arturzinho mexeu no time, que vai ter Eduardo de volta na lateral-direita no lugar do lesionado Carlos Alberto, e Wellington Bruno no meio, no lugar de Marcelo Costa, mantendo Ricardinho em campo. Estou curioso pra ver como o tricolor vai se postar na marcação das costas de Eduardo e a disposição do meio-campo com o novo camisa 10. O técnico não abre mão do seu capitão num primeiro momento, fazendo uma troca simples no homem de armação pra ver se o time vai render bem. Precisa vencer o jogo pra não sair do G4. E pra quem não sabe, os jogadores recebem premiação extra pra cada rodada que permanecerem no grupo de acesso.

Jogo sem favorito, pela força que a Chapecoense tem fora de casa, contra um JEC que é forte na Arena, mas está pressionado depois de perder em casa, com mudanças importantes no time.

Promete ser um partidaço. Que Rodrigo D'Alonso, que vai ser o homem do apito, não complique.

Nenhum comentário:

Postar um comentário