sábado, 10 de agosto de 2013

Cadê o futebol do JEC?

É incrível a queda de qualidade do futebol do Joinville. Da parada da Copa das Confederações pra cá, o time acumulou apenas uma vitória em oito partidas. O time era vice-líder, hoje é oitavo. E o G4 vai ficando mais distante.

Se com o passar dos jogos os defeitos do time vão aparecendo em capítulos, toda a novela apareceu em Belém, contra o Paysandu. A zaga errou como nunca, os laterais não funcionam, o meio-campo não cria e o ataque não recebe bolas. Lima, inconformado, vinha até a lateral da defesa tentar armar uma jogada. Foram DUAS finalizações certas a gol. Sintoma de um time que não funciona. E Ricardo Drubscky não sabe que desculpa dar. Suas entrevistas coletivas são o ensaio de um mundo paralelo. Ele vê outro jogo.

A verdade é que o time precisa mudar da água para o vinho, para ontem. Isso quer dizer: fazer o time vibrar, ter voluntariedade e lavar a roupa suja no elenco. Porque nada me tira que tem coisa dentro do elenco que está errada. Ainda que não tenha o que provar, é nítido que o conjunto não está aparecendo. E o tempo passando, e o G4 ficando mais distante.

Vem aí o líder Palmeiras, terça, na Arena. Drubscky disse em Belém que "não dá pra definir o time em um jogo". Já passou mais de um. Então vamos aguardar pra ver a reação que ele tanto espera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário